Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

03/03/2013 - O Povo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Estelionatário desvia fatura e solicita novo cartão de crédito

Com o crescimento das operações bancárias pela internet, o consumidor fica mais vulnerável a golpes. Fraudes bancárias, on-line ou off-line, ocorrem com frequência, são simples e podem chegar a qualquer pessoa.

A fatura do cartão de crédito, a vencer em fevereiro, não chegou para Antônio (nome fictício). Mesmo assim, ele diz, a conta foi paga, sob pena de arcar com juros e multas. A tentativa seguinte de realizar uma compra com o cartão detectou o limite estourado. Como, se a fatura estava paga e não foram feitas compras em janeiro? No Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) do banco, o caso ficou mais claro. Um suposto titular havia cancelado o cartão e solicitado outro, com o limite maior, para outro endereço.

A suspeita é de que o falsário teria desviado a fatura - corrompendo alguém no processo de distribuição da correspondência -, por tanto, adquiriu o número inteiro do cartão, nome e endereço do titular. Depois, teria acessado o Cadastro de Pessoas Física (CPF) pela internet, já que os resultados dos concursos feitos por Antônio foram publicados online, com nome e CPF. Está consolidado o estelionato.

De posse dos novos cartão e senha solicitados, se passando por Antônio, o falsário fez saque em dinheiro, compras em Fortaleza, pagamento de seguro e pedido de crédito ao banco. A situação já está sendo tratado com o banco.

O perfil do caso, que ainda não foi levado à Polícia, encaixa-se nas fraudes relatadas ao O POVO pelo titular Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), Jaime de Paula Pessoa. A abertura de conta e empréstimos não autorizados, venda de cadastros de lojas e transferências indevidas são outros casos registrados na DDF. Somente no dia anterior ao qual recebeu O POVO, foram feitos 11 boletins de ocorrência com golpes diversos envolvendo bancos.

“As fraudes, na questão do manuseio de contas, de acesso a sistemas bancários, de concessão de cartões, as próprias clonagem, têm a ver com as fragilidades com que as coisas são colocadas. Nessa política de dar acesso a todos, em cima dessa disputa de mercado, você acaba facilitando a abertura de conta. Não é a regra, mas é um fato. As instituições financeiras impõem determinadas regras, mas nem sempre a regra é seguida”, critica o delegado, com 32 anos de experiência policial.

Mas não é necessários desviar a fatura para ter acesso a dados de terceiros. Chegou à DDF o caso de uma funcionária de uma grande rede de lojas do Ceará que havia recebido uma proposta em dinheiro para fornecer o cadastro dos clientes do cartão da loja. Nesse caso, ela não se corrompeu, mas há situações em que o bandido tem sucesso.

“De posse de cadastro de clientes, o criminoso pode solicitar cartão de crédito, solicitar empréstimo, como pode aplicar o golpe da ligação premiada, no qual informa que o cliente ganhou um prêmio e que precisa repassar os dados para confirmar a premiação. Também acontece de um mau profissionais de telemarketing fornecer, mediante pagamento, dados dos bancos de dados aos quais ele tem acesso”, conta Jaime de Paula, com base em casos reais da Polícia.

Redução de riscos

Para evitar cair nessas e em outras fraudes semelhantes, o delegado orienta ao consumidor a não retirar cartão de crédito ou de débito em redes de magazine, farmácias, nas ruas ou em qualquer lugar que seja fora de um banco. Isso vai reduzir os riscos de sofrer uma fraude. (Andreh Jonathas)

2,14

milhões de tentativas de uso de dados de terceiros para benefícios ocorreram em 2012

18

bilhões de reais foi quanto os bancos investiram em tecnologia da informação em 2011


Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 116 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal