Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

04/03/2013 - Diário de São Paulo / Agência O Globo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Celular vira dinheiro

Por: Carol Rocha

Pagamento com telefones móveis é testado por teles e bancos no Brasil e vira realidade.

A próxima fronteira da tecnologia sem fio é o NFC, sigla em inglês para comunicação através de proximidade de campo. Seu principal uso, internacionalmente, é para pagamentos wireless via smartphones.

O mercado atual, segundo levantamento da ABI Research, movimenta US$ 4 bilhões anuais, mas a consultoria projeta um crescimento para
US$ 100 bilhões até 2016 e para US$ 191 bilhões em 2017, à medida que as carteiras virtuais nos celulares se multipliquem.

No Brasil, iniciativas decolam unindo bancos e operadoras em projetos-piloto para verificar a viabilidade do NFC. No dia 7 de janeiro, a Caixa anunciou uma parceria com a operadora de cartões de crédito MasterCard e de telefonia TIM para desenvolver novas opções de pagamentos via celular (mobile money). O produto estará disponível no segundo semestre.

Os testes estão sendo feitos com 50 smartphones Galaxy S 3 com a tecnologia batizada de Mobile PayPass para uso em cem restaurantes credenciados na Barra da Tijuca, no Rio, e no Jabaquara, Zona Sul da capital.

Por meio de uma conta pré-paga virtual, o assinante TIM poderá efetuar compras e fazer outras transações financeiras utilizando o celular ou um cartão magnético vinculado ao seu número de telefone.

“Nosso objetivo é oferecer tecnologia conveniente e segura, trazendo comodidade e democratizando o acesso a novos serviços financeiros”, diz o vice-presidente de Pessoa Física da Caixa, Fábio Lenza.

“Juntar a possibilidade de pagamento ao chip do celular permitirá ao usuário sair de casa sem carregar nenhum cartão de plástico”, completa Carlos Roseiro, diretor de Serviços Financeiros da TIM Brasil.

A Vivo e a MasterCard também criaram no ano passado a MFS (Mobile Financial Services) para disputar esse mercado. Ainda não há previsão de quando os produtos serão lançados. Recentemente, Bradesco e Claro também anunciaram uma parceria para a área de pagamentos móveis. Entre as iniciativas estão a utilização de cartão pré-pago pelo celular. A previsão é de que o serviço seja lançado no segundo trimestre deste ano. O Banco do Brasil, a Oi e a Cielo também têm parceria no segmento de pagamento por celular. O Banco Central ainda tem de regulamentar a modalidade.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 123 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal