Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

05/03/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Suspeito de estelionato foge com o dinheiro de pelo menos 40 pessoas

Oito registraram boletim de ocorrência na 1ª Delegacia de São José. Funcionários e clientes de construtora foram prejudicados.

A Polícia Civil vai investigar o dono de uma construtora de São José, na Grande Florianópolis, suspeito de fugir com o dinheiro de pelo menos 40 pessoas, entre clientes e funcionários. Ele não apareceu na empresa desde a manhã de segunda-feira (4) e, até as 10h desta terça (5), oito boletins de ocorrência haviam sido registrados contra ele, segundo o delegado responsável pelo caso, Rodolfo Cabral.

Segundo a polícia civil, o escritório da construtora fica no bairro Forquilhinhas, em um espaço alugado no final do ano passado. Na manhã de segunda (4), o auxiliar administrativo da empresa encontrou a sala desmontada. O pai do funcionário foi um dos clientes lesados pelo golpe. Aldo Brito Filho contou que pagou os R$ 58 mil pedidos pela empresa e está com 40% da casa pronta.

Em São José, o suspeito oferecia serviço, mão de obra e material para construção e reformas. Cobrava 15% de entrada e dividia o restante em pagamentos semanais, alegando cobrir as despesas com os empregados.

Segundo o delegado, o dono da construtora já tinha antecedentes criminais por estelionato em Tijucas e Santo Amaro da Imperatriz, na Grande Florianópolis, e Balneário Camboriú, no Vale do Itajaí. Ele deu o prazo até sexta (8) para que mais pessoas que foram prejudicadas registrem boletins de ocorrência e seja aberto o inquérito policial. Até a manhã desta terça o dono da construtora não tinha sido localizado pelos funcionários e clientes para dar explicações.

Para o delegado, o mais importante agora para os que foram lesados pelo golpe é tentar recuperar o dinheiro. "Eles devem procurar um advogado para que possa ser pleiteada na Justiça o sequestro de possíveis bens que esse cidadão possa ter", afirmou.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 272 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal