Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

28/02/2013 - Vermelho / Prensa Latina Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Inquérito comprova fraude em agência da ONU no Afeganistão


Uma investigação interna da ONU revelou que representantes de uma agência subsidiária da organização desviaram recursos destinados a construir e melhor as forças de proteção no Afeganistão, declarou nesta quinta-feira (28) o portal de notícias Khaama.

Segundo as informações, uma entidade administradora dos fundos permitiu as fraudes; desde 2002 foram canalizadas quantias de cerca de 1,5 milhões de dólares.

A denúncia da ONU coloca em questão o papel da sociedade internacional neste episódio que põe em cheque a transparência, a efetividade e o curso dos recursos financeiros de ajuda à nação da Ásia Central.

O texto do informe afirma que em dezembro passado uma equipe de auditores enviada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) confirmou a fraude, mas que a denúncia nunca foi tornada pública, ainda que pouco depois vários funcionários da agência tenham sido despedidos.

O portal Khaama, que cita um artigo do Wall Street Journal, fala da incriminação formulada pelos doadores contra o pessoal da entidade da ONU, aos que acusam de inflar as cifras dos contratos.

Ainda assim, cabe lembrar que o Afeganistão é taxado como um dos países mais corruptos do mundo em relatórios desenvolvidos por instituições predominantemente ocidentais, como o Banco Mundial. A descoberta de atos de fraude e corrupção no interior de uma agência da ONU deve levar ao questionamento da conduta dessas organizações com relação aos países em que atua, ou que critica.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 119 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal