Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

27/02/2013 - Portal Caparaó Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Delegado conta esquema das CNHs falsificadas

Por: Eduardo Satil


Completar 18 anos e tirar a Carteira Nacional de Habilitação é o desejo da maioria dos jovens. Já para outros, mesmo sem frequentar o banco de uma autoescola, tentam burlar as normas legais e acabam obtendo a Carteira Nacional de Habilitação de forma fraudulenta. Esse é o esquema, que foi descoberto há 15 dias por policiais da Delegacia de Falsificações e Defraudações.

Motorista cai na blitz

Na quarta-feira de Cinzas, o inspetor da Polícia Rodoviária Federal de Realeza, Tadeu Lima abordou o motorista Ezequiel Roberto de Almeida e, com ele, foi apreendida uma Carteira de Habilitação falsa. De imediato a ocorrência foi passada à Delegacia de Polícia, pois o agente da PRF havia suspeitado que o documento pudesse ser falso.

Aos policiais, Ezequiel contou como adquiriu a Carteira Nacional de Habilitação. O trabalho de investigação levantou que outras pessoas estavam envolvidas, bem como o "modus operandi" para conseguir o documento.

Segundo o delegado Getúlio Vargas de Lacerda, o responsável pelo agenciamento era Ercídio, residente na Vila Cachoeirinha, que contava com a participação de um rapaz identificado como Luciano. Eles recolhiam os documentos, informações consideradas importantes e as encaminhavam a uma gráfica situada à Rua Júlio Bueno.

Mandado de Busca e Apreensão na fábrica de CNH

Há dez dias, cumprindo Mandados de Busca e Apreensão expedidos pelos juízes da Comarca de Manhuaçu, Dr. Walteir José da Silva e da Comarca de Manhumirim, Dra. Elimar Boaventura, policiais foram à gráfica denunciada onde as carteiras eram fabricadas. Lá, os policiais encontraram computador, gravador de DVD, pen drive, folhas de papel A4 utilizadas para a confecção de CNH falsificada, CPUs, impressoras, cópia de CNH, carteira de identidade, extrato bancário, foto, celulares e 03 formulários de inscrição inicial para a obtenção da permissão para dirigir.

Durante interrogatório, o proprietário do estabelecimento Ivisson contou ao delegado que, no final do ano passado foi procurado pelo cidadão J.P de Ipanema ou Mutum, propondo-lhe que falsificasse algumas carteiras de habilitação. Após realizar o scanner de uma CNH verdadeira e montar uma falsa, utilizando o programa "Corel Draw", conseguiu confeccionar uma matriz e, assim realizou cerca de 20 a 30 carteiras falsas.

O conduzido ainda disse aos investigadores Fabiano Sather, Hernesto Francisco, Mirian Paiva, Wendel Demarques, Ricardo Emiliano, Maycon de Freitas, Nat King Cole, Ronaldo Mariano e ao subinspetor Reinaldo de Melo, que há um mês e meio atrás, uma pessoa que já era seu conhecido, também o procurou e disse que sabia que ele havia confeccionado algumas CNHs falsas para J.P. Disse ainda, que estava precisando de dinheiro e, queria que fabricasse para ele também. Segundo I.P.S., nesse período confeccionou aproximadamente 40 CNHs falsas. Para realizar o serviço, ele utilizava um notebook e após delatava os arquivos para não deixar vestígios. Por carteira, o suspeito cobrava a quantia de R$ 100,00.

Segundo o delegado Getúlio Vargas de Lacerda, os acusados cobravam entre R$ 1.500,00 a 3.500,00. Com a identificação de Ivisson, Helder, Ercídio "o Criolo", Ezequiel e mais dois envolvidos que estão foragidos, o caso será passado para a delegada Camila Mirian, da Delegacia de Falsificações e Defraudações.

"Acreditamos que além de 20 carteiras já apreendidas, haja tantas outras nas cidades de Lajinha, Orizânia, Luisburgo, São João do Manhuaçu, Mutum e Manhuaçu. Também suspeitamos que haja outras pessoas envolvidas com o grupo. Todos vão responder processo pelo crime de falsificação de documentos e, ainda processo administrativo", ressalta o delegado Getúlio Lacerda.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 286 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal