Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

29/10/2007 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Software espião pode ter facilitado golpe contra irmã de Ronaldinho

Por: Juliana Carpanez


Um pirata virtual brasileiro foi preso na Espanha depois de tentar desviar 800 mil euros (o equivalente a US$ 1,15 milhão) da conta de Deise de Assis, a irmã do jogador Ronaldinho Gaúcho. Para conseguir fazer os pedidos de transferência ao banco, o paulista Ewerton C.R., 33, teve de obter informações sigilosas de Roberto e Deise, ambos irmãos do jogador de futebol.

Segundo um especialista em perícia de informática ouvido pelo G1, a principal hipótese é a de que o pirata tenha invadido o computador do irmão de Ronaldinho e, assim, obtido os dados necessários para a aplicação do golpe.

“É provável que, depois de ter acesso ao endereço de e-mail de Roberto [disponível em um cartão de visitas], Ewerton tenha enviado um e-mail fraudulento pedindo que a vítima em potencial visitasse um site ou baixasse algum arquivo”, explicou ao G1 Otávio Artur, diretor do Instituto de Peritos em Tecnologias Digitais e Telecomunicações (IPDI). O golpe é conhecido como phishing scam: quando o internauta segue as instruções do e-mail, instala em seu computador um software malicioso que rouba informações e permite transferências financeiras por parte de pessoas não-autorizadas.

Se o pirata virtual realmente usou essa tática, ele teve acesso aos dados armazenados na máquina de Rodrigo – entre as informações estava o endereço de e-mail de Deise, que quase sofreu o golpe milionário. O pirata pode então ter usado a mesma estratégia de enviar um e-mail fraudulento a Deise, para que conseguisse instalar em sua máquina um software espião. Assim, ele teria acessado as informações bancárias da irmã de Ronaldinho, além de usar sua conta de e-mail para fazer os pedidos de transferência à instituição financeira.

“Para termos certeza de que essa realmente foi a estratégia usada, precisaríamos ter acesso às máquinas invadidas. Mas a chance de o pirata ter optado por essa tática é grande: o phishing scam é um procedimento padrão entre os fraudadores brasileiros, e o acusado é do Brasil”, afirmou Artur. Clique aqui para aprender a se proteger dos golpistas da internet.

Segundo o jornal “Corriere Della Sera”, o plano começou a tomar forma quando Ewerton teve acesso a um cartão de visitas com o e-mail de Roberto – ambos freqüentavam a boate espanhola Bikini. Com isso, o golpista conseguiu obter o endereço eletrônico e dados bancários de Deise e enviar uma mensagem ao banco dela, solicitando duas transferências (de 400 mil euros cada) para a conta de um comparsa português.

Como a transferência deixaria Deise no negativo, um funcionário do banco decidiu confirmar o pedido com a titular da conta, que ficou surpresa ao descobrir a tentativa de golpe. As investigações da polícia levaram à prisão do brasileiro, mas seu comparsa ainda não foi detido.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 351 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal