Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

25/02/2013 - AngoNotícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Procurador angolano investigado em Portugal por fraude


O procurador-geral da República de Angola, João Maria Sousa, está a ser investigado pelo Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) português por suspeitas de fraude e branqueamento de capitais, avançou sábado último o semanário Expresso.

O DCIAP tem em mãos um processo administrativo que tem como visado, conta hoje o semanário Expresso, o procurador-geral da República de Angola, João Maria Sousa (Na Foto) que, de acordo com fonte judicial, está a ser investigado em Portugal por suspeitas de fraude e branqueamento de capitais, depois de o Banco de Portugal (BdP) ter sido alertado pelo banco Santander Totta.

Segundo o Expresso, João Maria Sousa, que não foi constituído arguido ou ouvido formalmente, terá transferido para uma conta do Santander Totta em Portugal um depósito de 93 mil dólares (70,3 mil euros) de uma empresa offshore, a Spiral Enterprises. Esse pagamento terá sido efectuado, em Dezembro de 2011, através de uma conta do Banco Comercial Português (BCP) de Cayman, com sede no paraíso fiscal das ilhas Caimão.

A investigação do DCIAP está ainda numa fase inicial e não foi convertida em processo-crime, salienta o semanário. Contudo, já seguiram para Luanda, para o procurador-geral da República, João Maria Sousa, perguntas sobre este caso.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 355 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal