Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

10/01/2013 - Jornal da Cidade de Bauru Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpistas voltam a fazer vítimas

Por: Bruna Dias

No Jardim Terra Branca, homem se passou por vendedor de TV por assinatura para furtar a vítima; polícia faz alerta.

O ano de 2013 começou há apenas 10 dias e os golpistas à procura de dinheiro já fizeram diversas vítimas em Bauru. Em um único dia, quatro vítimas registraram boletim de ocorrência por estelionato (leia mais abaixo). Na manhã de anteontem, um homem se apresentou como vendedor de TV por assinatura e furtou uma mulher de 38 anos no Jardim Terra Branca. A Polícia Civil alerta para o crime, que ocorre durante todo o ano.

A primeira vítima de anteontem, uma auxiliar de enfermagem de 38 anos, foi surpreendida por volta das 9h30 em sua residência, quando um homem devidamente uniformizado a abordou alegando ser vendedor de TV por assinatura, citando até o nome de uma empresa, que de fato existe na cidade.

A proposta não foi aceita pela vítima, que teria perguntado ao golpista se ele faria o conserto de duas câmeras digitais e, neste momento, ele afirmou que também poderia instalar internet em seu celular. Com as câmeras, os celulares e R$ 130,00 que ela havia dado como pagamento pelo conserto futuro, o homem fugiu.

A vítima procurou a loja em que o golpista dizia prestar serviços, mas o dono relatou que ela seria a quarta vítima que descrevia o mesmo sujeito e que ele não trabalha e nunca trabalhou para aquela loja. Segundo o boletim de ocorrência, a descrição do criminoso é de um homem gordo, branco, de cabelos castanhos e aproximadamente 1,70m de altura.

Ano Novo, golpe velho

Ainda no mesmo dia, uma mulher de 40 anos recebeu uma mensagem no celular dizendo que ela havia ganhado R$ 50 mil. Mais uma vez, tudo não passava de um golpe, como muitos outros iguais a este, que continuam a fazer vítimas.

No boletim de ocorrência ela relatou que, na mensagem sobre a notificação do prêmio, a operadora pedia para retornar a ligação no número fornecido. Ao ligar, um homem que se identificou como Paulo disse que, para ela receber o tal prêmio, seria necessário realizar uma transferência bancária no valor de R$ 699,88.

Após fazer a transação, o homem voltou a ligar para vítima informando que, além da transferência, ela também precisaria efetuar uma recarga de celular no valor de R$ 100,00, o que também foi feito. Paulo, o suposto golpista, voltou a ligar dizendo que precisariam ser feitas mais recargas, então a vítima percebeu que tudo se tratava de um golpe.

O delegado Cledson Luiz do Nascimento, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Bauru, alerta para que a população tome certos cuidados com essas situações. Todos os casos de estelionato são distribuídos aos Distritos Policiais (DPs) da cidade para serem investigados, porém, alguns também podem ser direcionados à DIG.

“São quatro casos diferentes que exigem cuidados diferentes. No caso do suposto vendedor de TV por assinatura, a pessoa deve ter o cuidado de analisar o uniforme, crachá e, se for preciso, até ligar na empresa para saber se realmente esse funcionário trabalha lá”, frisa.

Para os demais fatos, o zelo é não acreditar nesse tipo de informação. Empresas não pedem confirmação de dados por telefone ou e-mail e muito menos pedem depósito para pagar prêmios. “A internet também é uma boa ferramenta de pesquisa para esses casos. Pesquise o nome da empresa e, se ainda houver dúvida, o Procon ou os distritos da Polícia Civil”, acrescenta.

Para Cledson, as empresas também devem adotar protocolos de segurança em algumas situações. “Hoje, qualquer cupom que você preenche pede o seu CPF, RG. As empresas de financiamento que adotaram alguns protocolos de segurança com telefone e internet hoje são mais seguras para os clientes”, finaliza o delegado.


Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 83 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal