Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

09/01/2013 - @ Verdade Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falsificação da moeda nacional e de recargas de telemóveis leva indivíduos às celas

Por: Coutinho Macanandze


Quatro indivíduos estão a contas com a Polícia da República de Moçambique (PRM) acusados de falsificação da moeda nacional e de recargas de telemóveis de uma das operadoras de telefonia móvel em Maputo.

Segundo o chefe de Repartição da Imprensa no Comando-Geral da PRM, Raúl Freia, as idades dos três indiciados na falsificação de recargas variam de 28 e 33 anos de idade. Eles são engenheiros informáticos afectos à Vodacom.

A sua detenção aconteceu quando intentavam mais uma acção, desta feita frustrada. Desconhece-se o número de falsificações que eles já terão feitos.

Em relação à contrafacção da moeda, Freia contou ao @Verdade que um cidadão nacional identificado apenas por Jorge, de 29 anos de idade, residente no bairro da Matola “A”, município com o mesmo nome, foi detido, depois de denúncias populares, na posse de um computador e uma impressora usados para imprimir notas de 200, 500 e 1.000 meticais.

Enquanto isso, 1.211 violadores de fronteiras caíram também nas malhas da Polícia. Do grupo constam 798 moçambicanos, que tentavam atravessar a fronteira com a República da África do Sul e com o Malawi, 113 malawianos, 160 zimbabweanos,108 tanzanianos, 32 zambianos e um nigeriano. Da República da África do Sul foram repatriados 30 cidadãos moçambicanos, dos quais 28 homens e duas mulheres.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 123 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal