Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

09/01/2013 - Portal Caparaó Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpistas ligam para casas em Manhuaçu forjando falsos sequestros

Por: Carlos Henrique Cruz


Um golpe pelo telefone mobilizou equipes da Polícia Militar e deixou uma família apavorada na manhã desta terça-feira, 08, no bairro Bom Pastor, em Manhuaçu. Golpistas variaram a forma de agir para enganar os familiares e tentar conseguir 10 mil reais.

A família saiu de casa logo cedo e deixou a empregada e o filho de 12 anos em casa. Em seguida, o pai do garoto recebeu uma ligação do telefone 021-9892-4449. Do outro lado, o homem falava que havia sequestrado os dois e exigia 10 mil reais para libertá-los.

Na casa, os familiares notaram que faltava joias e o telefone estava fora do gancho. Sem notícias, acionaram vizinhos e familiares e começaram a procurar pelo garoto e a empregada. Um policial, sem se identificar, chegou a atender o golpista no telefone. O homem falava que estava num bairro de Manhuaçu.

Pouco tempo depois, um amigo do adolescente encontrou o garoto no terceiro andar do Manhuaçu Shopping. Com a informação, policiais foram até o local. O jovem e a empregada foram para lá enganados pelo golpista.

COMO FOI O GOLPE

Segundo a PM apurou, o golpista ligou para a casa da família. Ele colocava uma jovem gritando no telefone e dizia que era a filha do casal.

Depois, ele mandou que o adolescente e a empregada saíssem de casa, levando as joias, deixassem o telefone fora do gancho e se escondessem. O tempo todo ficava ligando dizendo que estava observando-os e que não eram para procurarem a polícia ou a casa de familiares.
Assustados, o jovem e a empregada se esconderam no Manhuaçu Shopping.

Na realidade, a polícia acredita que o golpista fez eles saírem de casa para parecer um sequestro e, dessa forma, enganar o pai da criança e conseguir os 10 mil reais.

Com a localização dos dois, a PM confirmou se tratar de um golpe. O número de celular usado na ligação para a casa é o mesmo usado na conversa com o pai do menino.

SEGUNDA VEZ

No início da tarde, o mesmo golpe foi aplicado na família de um comerciante morador no bairro Alfa Sul. Eles também diziam que haviam sequestrado a filha e os netos dele.

A PM foi informada e confirmou que era outra tentativa de golpe. Um dos familiares chegou a providenciar os 10 mil reais. Militares conseguiram evitar que ele depositasse o dinheiro.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 62 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal