Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

09/01/2013 - O Estado de Minas Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Caminhoneiro é preso ao tentar subornar policiais com R$ 50 na BR-153, em Frutal

Por: Daniel Silveira

Policiais rodoviários deram voz de prisão em flagrante ao motorista por corrupção ativa. Ele se recusava a submeter a carreta a pesagem.

Está preso no presídio de Frutal, no Triângulo Mineiro, um caminhoneiro de 48 anos que recebeu ordem de prisão em flagrante ao tentar subornar policiais rodoviários oferecendo R$ 50 para ser liberado da pesagem. Ele foi autuado pela Polícia Civil por corrupção ativa, crime que prevê pena que varia de 2 a 12 anos de reclusão e é inafiançável.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), por volta das 17h40 dessa terça-feira policiais rodoviários que faziam ronda pela BR-153 avistaram, na altura do km 176, um homem limpando a placa de uma carreta que estava parada no acostamento. A placa estava coberta com pasta dental.

Os policiais realizaram a abordagem e após conferir a documentação do motorista e do veículo, pediram ao caminhoneiro que seguisse até o posto de pesagem do Dnit, para onde seria escontado pelos policiais. Os agentes da PRF disseram ainda ao condutor que ele seria autuado administrativamente por conduzir veículo com uma das placas de identificação sem condições de legibilidade e visibilidade.

Foi a partir deste momento que o caminhoneiro, identificado como Valdecir Alves Ribeiro, passou a insistir com os policiais para que o liberessem. Ao perceberem que o homem tentaria suborná-los, os policiais passaram a gravar a conversa sem que ele percebesse. Inicialmente, o caminhoneiro falava aos motoristas em “dar um jeitinho”. Prontamente o agente afirmava que não havia jeito, ele deveria submeter a carreta à pesagem. “Eu deixo 50 merreis para vocês tomarem uma cerveja tranquilo...”, disse Valdecir, apresentando uma nota deste valor e rebendo voz de prisão imediatamente.

Valdecir foi levado para a Delegacia da Polícia Civil de Frutal. A PRF acionou o Conselho Tutelar para acompanhar a ocorrência, uma vez que Valdecir estava acompanhado por um garoto de 6 anos de idade, que afirmava ser seu filho, mas não portava qualquer documento de identificação. Segundo a Polícia Civil, o menino ficou sob os cuidados do conselheiro enquanto o pai foi encaminhado, ainda na noite de terça, ao presídio da cidade.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 104 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal