Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

23/02/2013 - Correio do Povo de Alagoas / Agência Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Deputado é investigado por suspeita de corrupção e enriquecimento ilícito enquanto era secretário em SP

Por: Denise Madueño

Investigações ainda estão em linha de apuração.

O líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (RJ), descartou qualquer desgaste político do deputado Gabriel Chalita (PMDB-SP) no partido em função da investigação aberta pelo Ministério Público estadual por suspeita de corrupção, enriquecimento ilícito e superfaturamento de contratos públicos no período em que o parlamentar ocupava a secretaria de Educação do Estado de São Paulo. A informação da abertura dos inquéritos foi publicada neste sábado pelo jornal Folha de S. Paulo.

"Acredito nas declarações, na correção e na ética do Chalita. Essa denúncia não altera um milímetro na disposição do partido de prestigiar Chalita", afirmou Eduardo Cunha.

Na fronteira do Brasil com a Bolívia, onde participa de um seminário sobre integração dos dois países, o presidente do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), afirmou estranhar o fato de a denúncia ter surgido dez anos depois de Chalita ter ocupado a secretaria de Educação de São Paulo e em meio às negociações sobre mudanças no primeiro escalão do governo da presidente Dilma Rousseff.

"Essa denúncia aparece dez anos depois que Chalita foi secretário e na iminência de ele ser indicado para assumir um ministério. Por que não fizeram antes?", questionou Raupp. Ele sugeriu que esse tipo de denúncia possa estar partindo de interessados em desestabilizar o deputado para que ele não assuma um ministério.

Comissão. Eduardo Cunha reafirmou que indicará Chalita para presidir a Comissão de Educação da Câmara dos Deputados. A distribuição dos comandos das comissões permanentes deverá ser decidida nesta semana em reunião do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), com os líderes dos partidos.

Na ordem de ocupação, que segue proporcionalmente o tamanho das bancadas, a presidência da Comissão de Educação deverá ficar com o PMDB. "O que couber ao PMDB, o que couber a mim, nada altera em função dessa tentativa de atingir a honra de Chalita. Confiamos nas declarações e na ética dele", afirmou Cunha.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 332 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal