Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

06/11/2012 - Aquidauana News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Assinaturas em cheques são falsas,diz ex-secretário de Saúde


A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instaurada pela Câmara de Vereadores de Nova Andradina ouviu nesta terça-feira (6) o ex-secretário de Saúde Norberto Fabri Júnior. Durante o depoimento, o cirurgião dentista assegurou que as assinaturas contidas nas lâminas dos cheques desviados durante sua gestão são falsificadas.

O odontólogo respondeu pela Secretaria Municipal de Saúde de abril de 2004 a julho de 2010. Os desvios, segundo o principal articulador do esquema, o servidor público Reginaldo Fernandes Cavalcante, teriam começado no início de 2009. O caso foi descoberto pela prefeitura em julho de 2011.

Atualmente no cargo de diretor-geral da Fundação Municipal de Saúde, responsável pelo gerenciamento do Hospital Regional Doutor Francisco Dantas Maniçoba, Norberto Fabri Júnior foi substituído na secretaria pelo ex-vereador José Carlos Paiva Souza, o Tito.

A CPI apura a suposta participação do ex-parlamentar e do atual secretário de Administração, Umberto Canesque Filho, no esquema de desvios, conforme apontado por Cavalcante em Certidão de Escritura Pública de Declaração registrada no Cartório de Batayporã. Até o momento, a participação de ambos não foi comprovada.

De acordo com o presidente da CPI, vereador Glauco Lourenço (PMDB), em 2009, ainda durante a gestão de Fabri, foram desviados 43 cheques, supostamente assinados pelo prefeito Gilberto Garcia (PMDB) e pelo ex-secretário. “Nesse período que estive a frente, em nenhum momento chegou a informação de algum problema”, disse.

Segundo Fabri, Reginaldo Fernandes Cavalcante, atualmente afastado do quadro de funcionários da prefeitura, era a única pessoa que possuía acesso às lâminas. O cirurgião dentista acredita que o servidor possa ter falsificado as assinaturas. “Não confere minha assinatura em nenhuma dessas lâminas, garanto”, frisou ao analisar cópia das folhas.

Além do presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito, a oitiva contou com a participação do relator Dr. Sandro Roberto Hoici (DEM), do membro Vicente Lichoti (PT) e assessores do Legislativo. Esse foi o nono depoimento colhido pelos vereadores desde o início das investigações.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 90 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal