Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

21/02/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ex-presidente da Câmara de Pontal é presa por documento falsificado

Jussara Venturelli tentava comprovar legalidade de concurso, diz promotor. Defesa da ex-vereadora pediu sua liberdade provisória nesta quinta (21).

A ex-presidente da Câmara de Pontal (SP), Jussara Furlan Venturelli (PP), foi presa na noite de quarta-feira (20) após apresentar um documento falso durante uma audiência no Ministério Público. Segundo o promotor Wanderley Trindade, a ex-vereadora confessou a elaboração do documento - que seria usado para comprovar a realização de uma licitação em 2012 - e disse que teve a ajuda do advogado da Câmara, Antônio Bruno Amorim. O advogado de defesa de Jussara entrou com pedido de liberdade provisória nesta quinta-feira (21).

O ofício foi entregue depois que o promotor, que investiga fraudes em um concurso público da Câmara em dezembro, questionou Jussara, na época chefe do Legislativo, sobre a legalidade da contratação da empresa responsável pelo processo seletivo para defensor jurídico, recepcionista e auxiliar de serviços gerais.

Segundo Trindade, a empresa escolhida para realizar o concurso foi contratada sem licitação, mas a ex-vereadora tentou evidenciar o contrário. "Eu estava colhendo o depoimento dela para instruir um inquérito civil visando a anulação do concurso. Para tentar demonstrar a legalidade da contratação da empresa que fez o concurso, ela me apresentou esse documento", disse o promotor.

Diante da nova evidência então apresentada, Trindade disse ter desconfiado da posse do documento, sendo que o mandato de Jussara se encerrou em 2012. A situação, de acordo com o promotor, fez a ex-chefe do Legislativo confirmar a falsificação. "Eu a indaguei sobre o fato de ela ter um documento da Câmara Municipal. Eu disse que ele aparentemente era falso e a ex-vereadora admitiu que fabricou o documento com o advogado da Câmara", explicou Trindade. Com a confissão, Jussara foi presa em flagrante.

O promotor também pediu a prisão preventiva do advogado da Câmara, mas ele ainda não foi encontrado. "Farei também uma ação civil pública para que eles percam os direitos políticos, inclusive as funções públicas", concluiu Trindade.

A Polícia Civil informou que registrou um boletim de ocorrência sobre o caso como uso de documento falso e falsificação de documento público.

Advogado demitido

O atual presidente da Câmara de Pontal, Gilmar Donizeti Stropa (PHS), disse ter ficado surpreso com a prisão de Jussara. "Ontem ela esteve lá na Câmara, conversou com o advogado e eu não vi nada de errado. O documento foi elaborado pelo advogado Antônio Bruno Amorim", disse Stropa. Ele confirmou que sua primeira decisão após tomar conhecimento do assunto foi demitir o advogado. "Era o mínimo que eu poderia fazer, ele não é confiável."

Outro lado

O advogado de defesa de Jussara, Ronaldo Aparecido Caldeira, disse que aguarda o resultado do pedido de liberdade provisória que fez nesta quinta-feira (21). "A Jussara não teria conhecimento jurídico para elaborar o documento. A participação dela foi efetivamente trazer o documento por orientação de uma terceira pessoa", resumiu Caldeira.

Antônio Bruno Amorim, advogado citado pela ex-presidente da Câmara, não foi encontrado pela reportagem para prestar esclarecimentos sobre o assunto.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 157 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal