Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

19/02/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia reforça fiscalização para evitar fraudes na eleição em Triunfo, RS

Cassação das candidaturas do prefeito e vice foi confirmada pelo TRE. Foram desviados mais de R$ 1 milhão da conta do diretório do PDT, diz juiz.

A Justiça Eleitoral de Triunfo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, vai pedir reforço da Polícia Federal para evitar fraudes na nova eleição para prefeito na cidade, marcada para 7 de abril. O presidente da Câmara deve assumir a prefeitura temporariamente. A cassação das candidaturas do prefeito e vice eleitos foi confirmada na segunda-feira (18) pelo Tribunal Regional Eleitoral, como mostra a reportagem do RBS Notícias (veja o vídeo).

O juiz que deu a sentença diz que foram desviados mais de R$ 1 milhão da conta do diretório do PDT em Triunfo. O dinheiro teria sido usado na eleição, favorecendo o candidato vencedor, Marcelo Esswein, o Marcelinho

"A sensação que ficou é que era tão clara, evidente a irregularidade, que ele não tomou nenhuma preocupação de omitir", disse o juiz eleitoral Ivan Medeiros Chaves

De acordo com o juiz, os saques eram feitos em dinheiro, na boca do caixa, pelo tesoureiro e pelo presidente do PDT em Triunfo, o ex-prefeito Pedro Francisco Tavares. Mesmo assim, o TRE marcou para o dia 7 de abril uma nova eleição na cidade. Tanto o juiz eleitoral quanto o Ministério Público vão pedir reforço no policiamento, para evitar fraudes

"Solicitando a remessa de uma força tarefa, tanto da Polícia Federal quanto de outras instituições que possam fiscalizar de forma rígida a conduta dos candidatos e dos próprios eleitores", afirma o promotor eleitoral Luciano Gallicchio.

Em dezembro, o Promotor Eleitoral também pediu a cassação das candidaturas do prefeito e vice de Triunfo, e de mais cinco vereadores e três suplentes, todos por compra de votos. Entre os acusados, está o presidente da Câmara, Juvandir Leotte Pinheiro, o Juju, do PP, que deve assumir a prefeitura temporariamente no lugar do prefeito afastado.

O presidente do diretório estadual do PDT, Romildo Bolzan Júnior, disse que o partido não abriu investigação interna sobre os desvios em Triunfo porque o candidato acusado ainda pode recorrer da decisão. Segundo ele, advogados do partido estão ajudando na preparação do recurso.

De acordo com o TRE, haverá eleição para prefeito em outros cinco municípios: em Novo Hamburgo e Eugênio de Castro, no dia 03 de março. E em Tucunduva, Sobradinho e Fortaleza dos Valos no dia 07 de abril.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 144 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal