Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

15/02/2013 - Primeira Edição Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Funcionário do Senai é preso por falsificação de diplomas


Acusado de falsificar diplomas do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Elias Francisco dos Santos Moraes, de 34 anos, foi preso durante uma operação conjunta entre os policiais da 6ª Delegacia de São Miguel dos Campos e agentes do Departamento de Polícia Jurídica (DPJ) da Capital, nesta quinta-feira (14).

De acordo com informações de um site local, o acusado é motorista do Senai. Ele foi preso em flagrante quando chegava em São Miguel dos Campos para entregar dois diplomas que seriam vendidos entre R$ 400 e R$ 500.

Elias foi levado para a Delegacia Regional de São Miguel dos Campos e confessou que já teria vendido pelo menos 12 diplomas dos cursos de Soldador Industrial e Técnico em Segurança do Trabalho, a maioria vendidos naquela cidade. A informação foi passada pelo delegado Nilson Alcântara, que informou ainda que outros envolvidos também serão intimados a depor.

A matriz usada para produzir os diplomas teria sido vendida por um outro funcionário do Senai, identificado apenas como Everton pelo acusado.

Com o acusado, além dos R$ 900, fruto da venda dos diplomas, a polícia apreendeu R$ 198,00, copias de documentos de pessoas que, possivelmente, também estariam negociando a compra de diplomas, além de cartões bancários e outros documentos.

Elias, que reside no condomínio Artemísia, no bairro do Feitosa, em Maceió, confessou à polícia que as matrizes para confecção dos diplomas estavam armazenadas em seu notebook. O acusado foi levado à cidade de Maceió, onde o equipamento foi apreendido e deve ser submetido a perícia do Instituto de Criminalística (IC).

De acordo com o delegado Nilson Alcântara, o acusado será enquadrado no art. 298, do Código Penal Brasileiro, por falsificar, no todo ou em parte, documento particular ou alterar documento particular verdadeiro, com pena de reclusão de até cinco anos, e pagamento de multa, sem direito a fiança.

Após levantamento a polícia foi informada que com os diplomas, as pessoas poderiam conseguir emprego com salário que podem ultrapassar os R$ 5 mil.

Elias Francisco dos Santos já foi transferido para a Casa de Custodia da Polícia Civil, na capital.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 108 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal