Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

14/02/2013 - ComputerWorld Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Gamification pode salvar bancos de multas de conformidade

Por: Matthew Finnegan

Tendência, que aplica ao mundo corporativo características lúdicas e lógicas encontradas em jogos de videogames, deve economizar milhões para o setor, acredita startup norte-americana.

Gamification, método que aplica ao mundo corporativo características lúdicas e lógicas encontradas em jogos de videogames, voltado em questões de conformidade regulamentar e treinamento poderia ajudar os bancos a economizar milhões de dólares, de acordo com a startup norte-americana True Office.

O executivo-chefe da empresa, Adam Sodowick, acredita que os bancos são frequentemente incapazes de fornecer treinamentos efetivos de compliance apesar de receber pesadas multas dos órgãos reguladores e, em alguns casos, provocar danos significativos à reputação.

O HSBC, por exemplo, recebeu uma multa de 1,2 bilhão de libras, em dezembro de 2012, por permitir que seus serviços fossem utilizados em operações de lavagem de dinheiro no México. Ao mesmo tempo, os requisitos regulamentares estão aumentando em termos de volume e tornando-se mais complexos.

“As pessoas não gostam de treinamentos de conformidade. Além disso, não levam a prática a sério. Mas isso está custando caro para os bancos", afirma Sodowick. Ele acrescenta que as abordagens tradicionais de PowerPoint têm baixa retenção de informações em áreas fundamentais como prevenção de fraude e lavagem de dinheiro (AML, na sigla em inglês).

Sodowick assinala que a introdução de elementos de jogos para engajar funcionários no treinamento pode mudar o quadro, adicionando análise em tempo real também na geração de dados que podem ser usados pelos bancos e monitorados pelos órgãos reguladores.

A True Office faz isso criando dados de conformidade de jogos com base em regras de regulação, combinando uma interface amigável com narrativas baseadas em falhas da vida real, e tarefas destinadas a manter a atenção dos usuários.

"Há poucas aplicações além de jogos que obtém análises da resposta ao cliente", avalia. "Parece frívolo usar jogos para compliance, mas temos visto empresas serem capazes de identificar e gerir o risco por meio de tecnologia do tipo."

Gamification está se tornando um método cada vez mais prevalente de compilação e envolvimento de dados. O Gartner prevê que 40% das mil maiores organizações do mundo vão usar gamification como o principal meio para transformar as operações de negócios em 2015.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 231 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal