Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

11/02/2013 - 180 Graus Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ministério da Saúde anula concurso de residência após fraude

As irregularidades no concurso de residência médica foram apontadas pela DPU.

O Ministério da Saúde anulou nesta sexta-feira (8) o resultado de um concurso de residência médica após comprovar fraude nos resultados de 22 candidatos, líderes na classificação de oito especialidades, que acertaram todas as questões de quatro disciplinas diferentes. As 470 vagas, referentes ao biênio 2012-2013, eram para o núcleo do Ministério da Saúde no Rio de Janeiro.

Em nota, o governo federal afirmou que a avaliação da Comissão Estadual de Residência Médica do Rio de Janeiro comprova que os cartões-resposta dos 22 candidatos apresentam "falha na contabilização das notas".

No total, 8.140 pessoas participaram do concurso. De acordo com o ministério, novas provas serão aplicadas -a definição sobre as datas deve ocorrer a partir da semana que vem.

As irregularidades no concurso de residência médica foram apontadas pela DPU (Defensoria Pública da União), que protocolou uma ação civil pública solicitando a anulação do mesmo. A apuração do órgão sinaliza disparidades entre os cartões-resposta e o gabarito divulgado no dia 31 de janeiro.

MPF (Ministério Público Federal) e Polícia Federal foram acionados pelo ministério para dar continuidade às investigações. O concurso de residência médica do Rio de Janeiro é considerado o principal do país, segundo o próprio Ministério da Saúde, e ocorre há mais de 20 anos.
Hospitais

Os futuros aprovados no concurso serão direcionados para os hospitais federais no Rio de Janeiro (Andaraí, Bonsucesso, Cardoso Fontes, Ipanema, Lagoa e Servidores do Estado), para o INC (Instituto Nacional de Cardiologia), para a Fiocruz (Hospital Evandro Chagas), além de unidades hospitalares estaduais, do município de Niterói e da rede D’Or e ABAC.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 99 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal