Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

31/10/2012 - Rondoniagora Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Operação Pretório: Advogada e marido atuavam juntos; José Hernandes Veloso é conhecido estelionatário.


Durante a coletiva realizada na sede da Polícia Federal sobre detalhes da Operação Pretório, o delegado regional contra o crime organizado, Celso Rogério, explicou que a advogada Elisiane Lisieux Ferreira e o marido, José Hernandes Veloso Martins conseguiram desviar sozinhos cerca de R$ 5 milhões do precatório do Sintero. É quase certa a participação de servidores públicos, embora, que, devido ao sigilo de Justiça, outros nomes não possam ser informados. Os dois foram detidos em casa, onde também foram realizadas buscas e apreensões. A PF informa que o marido da advogada é um conhecido estelionatário em toda a região e inseriram no processo 2039/89, diversas procurações falsas, com assinaturas falsificadas pelo próprio José Hernandes em nomes de terceiros que seriam beneficiados na ação. “O casal trabalha em conjunto. Infelizmente houve o pagamento indevido de R$ 5 milhões só nesse caso. Apura-se se outras formas de pagamento existiram. No CNJ e STJ se os valores pagos efetivamente no processo são devidos, e a forma como foram pagos. Em virtude da investigação houve afastamento de desembargador e juiz bloqueio e de R$ 300 milhões que seriam pagos aos reais beneficiários da ação e outras medidas em segredo de justiça. Os advogados receberam, o sindicato recebeu e os beneficiários mais uma vez ficaram prejudicados. Os advogados Hélio Vieira e Orestes Muniz tem ligações com o sindicato e participaram da petição inicial e participação nos honorários, juntamente com Luis Felipe Belmonte”. Segundo o delegado, as investigações avançam para saber se foram devidos, se os valores percentuais, os honorários foram mesmo devidos, porque há possibilidade de terem sido pago a mais”.

Segundo a PF, as buscas desta quarta-feira foram realizadas em cinco escritórios de advocacia, outros de contabilidade, em casas de pessoas físicas que de alguma forma foram beneficiadas. As ações nos demais estados foram realizadas para verificar informações de que o dinheiro estaria sendo lavado de alguma forma em outras regiões. Houve ainda busca em gabinetes de dois juízes, em fóruns do TRT e de servidores da Justiça.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 125 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal