Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

25/10/2007 - Midiamax Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Mulher acusada de estelionato e furto é presa em Três Lagoas

Por: Paulline Carrilho


Policiais da ROTAI (Rondas Táticas do Interior) foram solicitados a comparecer na Rua Elmano Soares, nº 319, Centro, na Escola Batista, onde prendeu Delvacy Paulino Bezerra (32), sob acusação de estelionato e furto.

Delvacy foi à escola por volta das 15h30min de hoje (25), para levar um lanche para seu filho que estuda naquela unidade, quando foi reconhecida pela funcionária de uma ótica Luciene de Souza Santos (35), por ter efetuado uma compra no local em que trabalha, de um par de brincos e um pingente no valor de R$150,00, quitando o débito com uma lâmina de cheque, do banco Itaú, furtado, em nome da correntista Flávia de Oliveira Souza Amorim, diretora da escola.

No momento desse reconhecimento, o policial militar Cabo Ramão Macena que estava ao lado à paisana, deu voz de prisão à acusada, solicitando o apoio da polícia. O furto O furto ocorreu na última sexta-feira (19), durante uma reunião de pais e mestres na escola, onde a autora furtou a bolsa da diretora contendo todos os documentos pessoais e doze lâminas de cheque.

Durante esta semana, a acusada teria repassado no comércio local várias lâminas para efetuar diversas compras em óticas, lojas de roupa e a quitação de um débito em um cirurgião dentista.

Estelionato

Delvaci confessou aos policiais que hoje pela manhã, teria praticado um estelionato na rua Munir Thomé, no centro, onde a vítima Ademir Francisco Fernando Júnior (18), perdeu a quantia de R$ 800,00 em dinheiro. Na ocasião, a autora teria deixado cair uma lâmina de cheque no valor de R$ 3.620.

Neste momento, uma segunda pessoa teria se aproximado dizendo que o cheque seria da proprietária da loja onde ela trabalha, oferecendo uma recompensa por ter encontrado a lâmina de cheque. A golpista entregou à vitima uma nota promissória com uma cédula de R$ 50 reais, como forma de recompensa, pedindo uma garantia à Junior, para que ele fosse buscar o dinheiro na loja em que trabalhava. A vítima deixou sua carteira com R$ 800 reais em dinheiro. A Policia Militar foi acionada, para uma possível localização, através das características informadas.

Na Delegacia

No 1º Distrito Policial, a autora negou ter praticado o estelionato contra Júnior na companhia de outra pessoa. Na bolsa a qual portava, foram encontrados três laminas, estando uma preenchida no valor de R$ 180 reais, uma corrente, um pingente e 35 reais em espécie. A Delegada Drª. Ariene Nazarrethe já toma todas as providências cabíveis em relação ao caso.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 387 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal