Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

08/02/2013 - Agência Pará de Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

DIOE prende no Rio de Janeiro acusado de aplicar golpe de R$ 2 milhões

Por: Walrimar Santos


Homens da Divisão de Investigações e Operações Especiais (DIOE), da Polícia Civil do Pará, cumpriram, na tarde de quinta-feira, 7, no Rio de Janeiro, mandado de prisão preventiva decretado contra Antônio da Silva Cayres, 38 anos, paraense, acusado de estelionato e falsidade ideológica. O preso foi transferido para Belém nesta sexta, 8, para ser apresentado ao delegado Neyvaldo Silva, diretor da Divisão. Cayres é acusado de aplicar golpes que já somam cerca de R$ 2 milhões e que tem como alvos sete empresas sediadas na capital paraense. As investigações mostraram que Antônio Cayres se passava por empresário do ramo de serviços de informática em Belém. Ele é suspeito de praticar o mesmo golpe em outros Estados.

Ele abriu uma empresa falsa a partir da qual simulou a prestação de serviços de informática para empresas particulares dos ramos hospitalar e de ensino na capital paraense. O acusado emitiu notas fiscais pelos serviços e emitiu duplicatas. De posse dos documentos, ele os teria trocado por títulos com empresas que trabalham com ágio, passando a pagar por eles em algumas ocasiões. Nas investigações, verificou-se, junto às empresas lesadas, que os documentos emitidos pelo acusado eram forjados e que ele usava uma empresa falsa. As investigações da DIOE, que levaram três meses, mostraram que o esquema criminoso já existia há três anos, em Belém.

O acusado era procurado há cerca de um ano. Ontem à tarde, após comparecer ao Fórum Criminal na capital carioca, para prestar depoimento num processo em que responde pelos crimes de falsificação de documento público e estelionato, Antônio Cayres foi preso pelo delegado Rogério Moraes, da DIOE, que já o aguardava na saída do Fórum. Após o desembarque no Aeroporto Internacional de Belém, o preso foi conduzido à sede da Divisão para ser apresentado ao delegado Neyvaldo Silva. As informações postadas pelo indiciado em uma rede social foram essenciais para que a polícia pudesse localizá-lo. Cayres permanecerá recolhido à disposição da Justiça.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 149 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal