Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

07/02/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem é preso por estelionato contra advogado do caso Sérgio Falcão

Homem de 60 anos tentou conseguir dinheiro com advogado da família. Ele teria pedido que não houvesse contestação de suicídio do empresário.

A Polícia Civil prendeu em flagrante, nesta quinta-feira (7), um homem de 60 anos tentando conseguir dinheiro do advogado da família do empresário Sérgio Falcão, encontrado morto no próprio apartamento em Boa Viagem, em agosto de 2012. Segundo o delegado Cláudio Castro, não houve extorsão, e sim o crime de estelionato. "Ele não pressionou o advogado, o que não configura extorsão", afirmou o delegado.

De acordo com informações de Castro, o homem procurou o advogado para que a família aceitasse a hipótese de suicídio do empresário, oferecendo dinheiro de falsas pessoas envolvidas no caso. O laudo do Instituto de Criminalística (IC), divulgado no último dia 23 de janeiro, apontou como causa da morte do empresáro o suicídio por arma de fogo, mas a delegada responsável pelo caso, Vilaneida Aguiar, ainda está analisando o resultado. A família de Sérgio Falcão discorda da versão do suicídio.

De acordo com a polícia, o homem conversou com o representante dos familiares de Falcão no dia 17 de janeiro desde ano, para contar que era mandado por algumas pessoas envolvidas no caso. Ele teria proposto ao advogado que não contestasse a hipótese de suicídio e em troca daria uma recompensa paga pelos envolvidos. “Ele daria um carro no valor de R$ 120 mil ou dinheiro ao advogado”, afirmou o delegado. Mas, desse total, o homem suspeito de estelionato disse ao advogado que ficaria com 10%.

Sob orientação do Grupo de Operações Especiais (GOE), o advogado deu continuidade às conversas com o suspeito, que afirmou que depositaria o dinheiro no dia 15 deste mês. “Antes de dar o dinheiro, ele ligou para o advogado pedindo um adiantamento de R$ 1 mil”, contou Castro.

Ainda de acordo com a polícia, ao longo da semana o suspeito ligou diversas vezes pedindo um adiantamento desse valor, que foi entregue nesta quinta (7) com o monitoramento do GOE. O homem foi preso em flagrante. O delegado afirmou que o suspeito já foi preso em outras ocasiões também por estelionato.

Em depoimento, o suspeito confirmou que pretendia aplicar um golpe no advogado e não teria nenhum envolvimento com o caso Sérgio Falcão. Ele será encaminhado ainda nesta quinta para o Centro de Triagem de Abreu e Lima (Cotel). Se for condenado pelo crime de estelionato, ele pode pegar de um a cinco anos de prisão.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 121 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal