Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

04/02/2013 - Âmbito Jurídico Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

2ª Câmara Criminal nega habeas corpus para acusado de clonar cartões


A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) negou habeas corpus para o microempresário paulista Sandro Lopes Trancoso da Silva, acusado de clonar cartões. A decisão, proferida nesta segunda-feira (04/02), teve como relatora a desembargadora Francisca Adelineide Viana.

Conforme os autos, em 11 de novembro de 2012, ele foi preso em flagrante no momento em que instalava dispositivo eletrônico, conhecido como “chupa-cabra”, em caixa eletrônico localizado em uma farmácia no bairro Meireles, em Fortaleza.

Com o acusado, foram encontrados notebook, leitor de cartões, ferramentas e chips de computador, entre outros dispositivos eletrônicos. Em depoimento, o microempresário disse que veio à Capital cearense com a finalidade exclusiva de cometer o crime.

A defesa ingressou com habeas corpus (nº 0081255-21.2012.8.06.0000) no TJCE, requerendo a liberdade provisória. Alegou ausência de requisitos para a manutenção da prisão. Argumentou ainda que o réu possui condições pessoais favoráveis.

A 2ª Câmara Criminal negou o pedido. Para a relatora, a possibilidade de o acusado reunir condições subjetivas favoráveis não autoriza a revogação da prisão. “Conforme se observa dos autos, o status libertatis do paciente representa uma ameaça concreta à garantia da ordem pública”, afirmou.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 131 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal