Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

18/01/2013 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Casal preso por fraude em banco


Duas pessoas foram presas, na tarde de ontem, em uma agência do Bradesco, na Rua Bárbara de Alencar, Centro, tentando sacar a quantia de R$ 12 mil, obtida através de um empréstimo consignado fraudulento.

Segundo o titular da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), delegado Jaime Paula Pessoa Linhares, o golpe dos consignados já é a terceira demanda mais registrada na Especializada. "Estes casos estão perdendo somente para as fraudes em cartões de crédito e os golpes via celular e internet".

De acordo com informações da DDF, os policiais Carlos Dário e Paulo Florentino chegaram até os golpistas por meio de uma denúncia. Lúcia Estela Carvalho Pessoa, 58, usava uma identidade falsa com o nome de Terezinha Rezi do Nascimento e sacaria o montante que seriam mensalmente descontados da pensão da vítima.

"Filho"

Lúcia Estela confessou ter preenchido e assinado os formulários exigidos pelo Bradesco, se passando por Terezinha. No cadastro, a fraudadora informou como número de telefone para conferência, o de Pedro Philip Rocha Magalhães, 25, que se passava por seu filho, mas na verdade era seu comparsa.

A correspondente do banco percebeu que o número telefônico informado não coincidia com outros que ela conseguiu em uma pesquisa interna. Ao ligar para os telefones antigos de Terezinha, a correspondente falou com o genro da vítima, que informou que a solicitação do empréstimo era inviável, visto que sua sogra estava no Maranhão.

Lúcia Estela foi presa em flagrante delito. Na delegacia ela disse que ficaria apenas com R$ 500 e entregaria o restante a Magalhães, que por sua vez, disse desconhecer o esquema fraudulento do qual está sendo acusado de participar.

Com ele, a Polícia apreendeu dois cartões em nomes de terceiros; um carnê de financiamento de um carro; e um veículo que também era financiado. A procedência de todo o material será investigada. Tanto a mulher de 58 anos, quanto Magalhães são primários. Os dois foram autuados por tentativa de estelionato, falsificação de documento público e particular, falsidade ideológica e uso de documento falso.

NÚMERO

12 mil reais seriam sacados no empréstimo fraudulento. A mulher flagrada tentando aplicar o golpe disse que ficaria com R$ 500

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 176 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal