Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

18/01/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Investigador de corrupção é encontrado morto no Paquistão

Kamran Faisal fazia parte da equipe da Agência Anticorrupção (NAB). Ele estava no caso que envolve o primeiro-ministro em possivel suborno.

Um dos agentes encarregados de investigar o suposto caso de corrupção envolvendo o primeiro-ministro paquistanês, Raja Ashraf, foi encontrado morto nesta sexta-feira (18) em Islamabad, segundo a polícia, que fez referência a um possível suicídio.

Kamran Faisal fazia parte da equipe da Agência governamental Anticorrupção (NAB) que deve determinar se Ashraf e outras 15 pessoas receberam subornos na concessão de contratos ilegais de abastecimento de eletricidade firmados pelo governo.

"Foi encontrado morto em seu quarto (da residência governamental onde vivia com vários colegas da NAB)", declarou à AFP o responsável da Agência Anticorrupção. "Suspeitamos que seja um suicídio. A polícia levou o corpo e uma necropsia já está sendo feita", completou.

"Ele fazia parte da equipe de investigadores que trabalham no caso que envolve o primeiro-ministro", prosseguiu, sem dar mais detalhes. O chefe de polícia de Islamabad, Bani Amin, confirmou à AFP que o agente foi encontrado morto.

Na terça-feira passada, o Supremo Tribunal ordenou a detenção de 16 pessoas, entre elas Ashraf, acusadas de corrupção, mostrando sua impaciência frente aos escassos progressos que, segundo a mais alta jurisdição do país, a NAB havia realizado no caso dos contratos energéticos.

Finalmente, na quinta o Supremo Tribunal do Paquistão concedeu um breve alívio ao primeiro-ministro, ao adiar até 23 de janeiro o exame do caso, pouco depois que a NAB indicou que o dossiê contra eles não era o suficientemente detalhado para justificar sua prisão.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 115 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal