Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

24/10/2007 - Brasília em Tempo Real Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fraude até em fila virtual do INSS


Os tradicionais agenciadores de lugares nas filas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) estão de volta. Apesar de as intermináveis filas nas portas das agências da Previdência Social terem sido praticamente extintas após a adoção do agendamento prévio pelo telefone 135 ou pela internet, os golpistas encontraram outra forma de agir. Agora, vendem lugar nas filas virtuais do INSS. Além de extorquir os segurados que aceitam pagar por um “buraco” na agenda de atendimento, a ação dos espertalhões provoca lentidão no atendimento aos demais segurados da Previdência. Há casos em que somente a espera para conseguir dar entrada em um pedido de aposentadoria chega a superar quatro meses.

Para acabar com a farra dos agenciadores virtuais, o governo estuda uma série de medidas. Entre elas está a possibilidade de cancelar os agendamentos feitos com base em informações erradas, como telefones, nomes ou falsos números de cadastro. O problema só foi descoberto há mais ou menos três meses, quando o INSS detectou que praticamente um em cada três segurados que agendavam atendimento não compareciam no horário marcado.

A Previdência passou então a confirmar por telefone, com 72 horas de antecedência, a ida ou não do segurado à agência do INSS. Após esse procedimento ter sido adotado, o instituto já efetuou mais de 232 mil tentativas de confirmação. Em apenas 40% delas encontrou o segurado. Em 17% dos casos, estava errado o nome dele ou o número do seu telefone.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 359 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal