Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

27/11/2012 - Página 20 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Vítimas de golpes aplicados em sites de compras podem chegar a 2 mil

Após reportagem no Fantástico, polícia de Goiás recebeu mais denúncias. Quadrilha agia há dois anos e roubou mais de R$ 2 milhões, diz Polícia Civil.

O Fantástico mostrou no domingo (25) a prisão de uma quadrilha que agia há dois anos aplicando golpes pela internet. Segundo a polícia, o grupo roubou mais de R$ 2 milhões de vítimas de vários estados do país. Elas pagaram por produtos comprados pela internet que nunca foram entregues.

A Delegacia do Consumidor de Goiás acredita que pelo menos 2 mil pessoas tenham sido vítimas.
“Pelos nossos cálculos, 2 mil pessoas foram vítimas desses golpes. Nós notamos também que algumas não registraram Boletim de Ocorrência. Então, quando a vítima perceber que caiu em um golpe, imediatamente deve procurar a polícia e registrar o fato”, alerta o delegado Valdemir Pereira.

Após a reportagem mostrada no Fantástico, a Delegacia do Consumidor de Goiânia recebeu 40 ligações de vítimas do mesmo golpe. E foi por meio de denúncia dos consumidores enganados que a polícia chegou aos golpistas. Eles montavam sites falsos, ofereciam de tudo e não entregavam nada.

“Quando eu cliquei no link que eles me mandaram pelo e-mail, que apareceu lá que o site estava suspenso, foi que eu percebi que caí em um golpe”, conta uma das vítimas, que preferiu não se identificar.

Mercado em crescimento

Os golpistas se aproveitaram de um mercado em crescimento no país. Só no ano passado, mais de 24 milhões de brasileiros fizeram compras on line. Somente no primeiro semestre de 2012, o setor faturou cerca de R$ 10 bilhões.

A polícia conseguiu resgatar mais de R$ 700 mil em contas da quadrilha e seis carros, a maioria de luxo. Agora a polícia abriu novo inquérito para investigar pelo menos outros 10 sites que podem ser ligados à quadrilha. “O consumidor deve ficar bastante atento na hora de comprar em uma loja virtual. Muitas quadrilhas estão agindo. Muitas estão vendendo o produto e não estão entregando”, afirma o delegado Pereira.

Na semana passada, a polícia prendeu seis integrantes do grupo. Parte da quadrilha foi presa em uma casa de 900 metros quadrados, em Palmas (TO), que também servia de escritório.
No local, foram encontrados celulares, computadores, máquinas de pagamento com cartões de crédito e débito e vários documentos falsificados. Um dos homens que a polícia considera líder da quadrilha está foragido.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 78 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal