Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

19/11/2012 - Jornal Diário do Norte Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Três estelionatários são presos em flagrante

Por: Euclides Oliveira


Uma investigação sigilosa e praticamente solitária, encabeçada pelo capitão Allan Alves de Araújo, da PM de Niquelândia, terminou com a prisão de três estelionatários no dia 8 de novembro. Eles enganaram funcionários de duas agências bancárias, abriram contas, conseguiram empréstimos e fizeram várias compras no comércio local, usando documentos falsos. O primeiro êxito da PM foi na detenção de Mara Patrícia dos Santos, que havia descontado um cheque de R$ 1.000,00 no caixa da única agência do Banco do Brasil da cidade. Segundo relato do capitão Allan ao delegado, Mara Patrícia foi presa quando desembarcou de um carro na porta de um restaurante na Avenida Brasil, a principal da cidade. O capitão da PM relatou ao delegado Abadio Souza e Silva, atual titular do DP local, que fazia uma "campana" na porta do banco após ter sido procurado há algum tempo pela gerente do BB em Niquelândia, Meire Goulart Duarte.
Meire estava desconfiada da origem dos R$ 60 mil transferidos para uma conta aberta no BB por Mara Patrícia, Delton Vieira Marques e Silvio Ferreira da Silva. Utilizando nomes falsos, o trio abriu a conta com dinheiro emprestado pelo Banco Santander. O montante seria originário de uma suposta empresa de terraplanagem. Dessa forma, o bando conseguiu cheques; cartões de crédito; e limites de crédito no BB. Cópias de documentos em nome de Marly Rosa de Aragão (Mara Patrícia); de Jamilsom Ferreira (Sílvio); e de Alberto Cândido Ribeiro (Delton) foram fornecidos pela gerente do BB ao comandante da PM. Segundo o capitão, outros dois homens ainda estão foragidos, usando identidades falsas (se fazendo passar por Cristiano de Paula Fróis e Agnelo Seleguim Júnior).
O capitão procurou o Ministério Público (MP) com a documentação. De imediato, o Poder Judiciário atendeu pedido do MP e expediu mandado de busca e apreensão nos dois locais onde residiam Mara Patrícia, Sílvio e Delton, culminando com a apreensão de grande quantidade de eletrônicos; roupas, móveis e demais pertences "comprados" pelo trio no comércio da cidade. Duas máquinas de cartão de crédito também foram apreendidas. A PM prendeu Sílvio e Delton (em posse das identidades falsas) na saída do banco, logo após a gerente do BB avisar que os dois haviam retirado R$ 5.000,00. Mara Patrícia, Sílvio e Delton foram indiciados por estelionato e formação de quadrilha.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 149 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal