Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

16/07/2012 - Dinheiro Vivo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falsificação de notas de 500 euros dispara 386% em Portugal

Ao contrário do que acontece na zona euro, onde o fenómeno aliviou, em Portugal houve um aumento generalizado de contrafação de notas.

O número de notas de 500 euros falsificadas apreendidas pelo Banco de Portugal (BdP) aumentou quase cinco vezes entre o final do ano passado e o fim de junho deste ano.

No primeiro semestre de 2012, foram retiradas de circulação, por serem falsas, 34 notas de 500 euros contra apenas sete no período precedente, indica o Banco de Portugal. Este aumento de 386% equivale a dizer que o valor falsificado em circulação subiu de 3,5 mil para 17 mil euros.

Ainda assim, a falsificação das notas de maior valor já teve piores dias. No primeiro semestre de 2010, o banco central apreendeu 408 notas de 500 euros, no segundo semestre desse ano 27 e no primeiro semestre de 2011, 13 notas de valor máximo.

No primeiro semestre de 2012, foram apreendidas no total 7.052 notas contrafeitas.

"Esta quantidade representa um acréscimo de 5,5% em relação ao semestre anterior, constituindo 2,9% da totalidade de notas de euro contrafeitas apreendidas no Eurosistema durante o mesmo período", refere o Banco. No entanto, fazendo as contas ao valor (falso) envolvido, significa que aumentou 14% no período em análise, de 254,6 mil para 291,1 mil euros.

Apesar de a nota de 500 ter aparentemente sofrido com um especial apetite dos falsificadores, a nota de 50 euros continua a ser a mais fustigada. Ao todo, o BdP apanhou 3.670 notas de 50, mais 27% que no segundo semestre de 2011. O valor em causa subiu de 143,9 mil euros para 183,5 mil euros.

Já as notas de 100 euros decaíram nesta contabilidade: o banco central apreendeu 24,3 mil papéis contra 32,6 mil no segundo semestre do ano passado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 86 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal