Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

21/11/2012 - O Estado de Minas / Agência Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Envolvidos em fraude no saneamento são libertados


O empresário Reynaldo Costa Filho, dono da empresa Allsan Engenharia e acusado de liderar um esquema para fraudar licitações em companhias de água de cinco Estados, foi libertado nesta quarta-feira depois de cumprir dez dias de prisão temporária na Cadeia Pública de Pilar do Sul, região de Sorocaba (SP). Também foi solto o sócio de Reynaldo na empresa, Moisés Ruberval Ferraz Filho. As fraudes foram descobertas pela Operação Águas Claras, do Ministério Público Estadual e da Polícia Civil, que resultou na prisão 15 pessoas, entre elas o ex-diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgotos (SAAE) de Sorocaba, Pedro Dal Pian, no último dia 12. Dal Pian permanece em prisão domiciliar.

Antes de serem postos em liberdade, Reynaldo e seu sócio prestaram novos depoimentos à Polícia Civil de Sorocaba. A operação identificou fraudes em pelo menos 16 contratos firmados por 29 empresários do setor de medição e leitura de consumo de água com administrações de municípios de São Paulo, Santa Catarina, Ceará, Piauí e Goiás. Os empresários teriam criado a Associação Brasil Medição, com sede em São Paulo, para combinar ajustes de preços e fraudar licitações. De acordo com o promotor de Justiça Wellington Veloso, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), o grupo atuava desde 2007 e nesse período o esquema movimentou cerca de R$ 1 bilhão.

Em razão da fraude, os consumidores pagavam a mais pela leitura do consumo de água. Nesta quarta-feira, cerca de trinta pessoas fizeram um protesto contra a fraude em Sorocaba, usando baldes e vassouras para lavar a escadaria de acesso ao prédio da autarquia municipal de água.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 76 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal