Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

18/12/2012 - O São Gonçalo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Rapaz é preso aplicando golpe com cartão de gratuidade de passagens


Fiscais da Viação Icaraí, flagraram na tarde de ontem Jefferson Guimarães Cardoso, 24 anos, usando um cartão Riocard de gratuidade do idoso, para aplicar golpes, no ponto final da linha 55 (Alcântara - Palmeira), na Rua Nestor Pinto Alves, em Alcântara, São Gonçalo. Os fiscais observaram o golpista por algumas horas e tiveram a certeza de que ele oferecia o cartão para um passageiro em troca da quantia do valor da passagem e depois pegava o cartão de volta pela janela.

Com a confirmação dos golpes, os fiscais chamaram a polícia e o golpista foi levado para a 74ªDP (Alcântara), onde a polícia constatou que o cartão tinha sido roubado na área da 76ª DP (Centro de Niterói). Jefferson confessou que estava fazendo comércio com o cartão e que vendeu em torno de 10 passagens no valor de R$ 2, naquele ponto. Diante do fato, foi autuado no artigo 171 (estelionato) e receptação.

De acordo com os fiscais da Viação Icaraí, esse tipo de golpe vem sendo feito cada vez mais por um número muito maior de pessoas. “As empresas estão sendo lesadas e acumulando um enorme prejuízo, já que, além dos cartões roubados, muita gente empresta o seu próprio cartão”, disse um fiscal, que calcula o prejuízo acumulado pela empresa em 35% da receita total.

Conforme relatos de funcionários de empresas de ônibus, a aplicação desse tipo de golpe é mais comum do que se pode imaginar. Segundo eles, nos últimos seis meses, mais de 500 registros de ocorrência foram feitos nas delegacias. Muitas pessoas acusadas, foram condenadas a pagar cestas básicas.

O cartão que era usado por Jefferson vinha sendo usado por ele desde abril passado. As empresas fizeram relatórios de acompanhamento do uso dos cartões e só no Grupo Mauá, o cartão foi usado mais de 40 vezes nas últimas semanas. “Os passageiros, ao invés de pagarem a passagem para a empresa, pagam para eles, já que o cartão é de gratuidade”, explicou o fiscal.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 126 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal