Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

19/12/2012 - Rádio Criciúma Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Caso estelionatário “Mancha” tem desdobramentos com prisões e apreensões em Criciúma


Criciúma - Policiais civis da 1ª Delegacia de Criciúma realizaram diligências na manhã desta quarta-feira (19), dentro da investigação dos crimes praticados pelo estelionatário Wigley Colombo de Souza, vulgo “Mancha”. Mandado de Busca e Apreensão foi cumprido em dois locais e o trabalho resultou numa prisão em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e nas apreensões de dois veículos.

Em uma casa no bairro Boa Vista, foi preso Eduardo Marcos Machado por posse ilegal de arma de fogo e munição. Um revólver .38, marca Rossi, com numeração, e nove munições do mesmo calibre estavam em seu poder. Já em uma revenda de veículos no bairro Tereza Cristina, foi apreendido o Corsa Wind, placa CQI 6576, objeto de apropriação indébita, além de estar em situação irregular quanto a dívidas referentes ao automóvel.

O objetivo da busca na casa do bairro Boa Vista era localizar o Citroen C4, placas MIL 2533 - que não estava no local. Segundo o delegado Leandro da Rocha Loreto, a proprietária da casa, J.C.B, inicialmente, recusou-se a indicar o paradeiro do automóvel, porém, acabou informando que ele estava guardado em sua casa no Balneário Arroio do Silva, onde, posteriormente, foi apreendido pelos policiais. O Citroen C4 possui registro de furto e pertence a um morador de Laguna, uma das vítimas de “Mancha”.

O estelionatário é procurado em todo o Estado por ter aplicado diversos crimes envolvendo automóveis. Um de seus métodos de atuação é simular a compra de um veículo, entregando uma pequena quantia inicial ao vendedor com a promessa de retornar com o restante da quantia, o que não ocorre. Pelo menos oito pessoas foram alvos dos crimes praticados por “Mancha” em Criciúma, Turvo, Içara, Laguna e Urussanga.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 131 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal