Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

19/12/2012 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende quadrilhas suspeitas de dar golpe em clientes de bancos

Operação cumpriu 10 mandados de prisão temporária, em Goiânia. Grupos clonavam cartões e deram prejuízo de mais de R$ 1 milhão.

A Polícia Civil de Goiás deflagrou na manhã desta quarta-feira (19) a Operação Cartão de Natal. Duas quadrilhas suspeitas de dar golpes em clientes de bancos e clonar cartões de crédito foram presas em Goiânia.

Cerca de 70 policiais civis cumpriram 10 mandados de prisão temporária e 14 mandados de busca e apreensão. Em uma casa do Setor Cândida de Moraes, onde aconteceu uma das prisões, a polícia encontrou cartões de crédito em branco, computadores e pendrives.

De acordo com a polícia, uma das quadrilhas fabricava os cartões falsos usando dados de cartões verdadeiros. A outra roubava senhas bancárias via internet e depois sacava o dinheiro. Juntas, as duas deram prejuízo de mais de R$ 1 milhão.

Segundo a polícia, um bar e uma boate no mesmo bairro serviam de fachada para usar os cartões clonados. Todos os presos e o material apreendido foram levados para a Delegacia de Investigação Criminal (Deic).

A perícia nos computadores vai ajudar a polícia a descobrir onde e quando os golpistas agiam. Os investigadores já sabem que os equipamentos usados para fabricar os cartões falsos e os dados dos clientes usados para inserir nesses cartões, eram comprados de quadrilhas do exterior.

Segundo o delegado Germano de Castro, além dos presos mais gente pode estar envolvida: “Eles faziam um acordo com comerciantes, simulavam a compra de algum produto e, posteriormente, quando esse dinheiro era creditado na conta do comerciante, esse comerciante ficava com uma parte e eles ficavam com a outra”. De acordo com o policial, essas pessoas também serão indiciadas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 103 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal