Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

28/06/2012 - R7 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Empresário é preso acusado de falsificar alvará de funcionamento de restaurante

Por: Gustavo Frasão

O homem vai responder por uso de documento falso e pode ficar até cinco anos preso.

Um empresário foi preso na noite desta quarta-feira (27) acusado de falsificar alvará de funcionamento de um restaurante em Taguatinga, região administrativa do DF. A fraude foi descoberta pela administração da cidade depois de uma denúncia anônima.

O comércio estava sendo montado na QSD 23 da cidade. A dificuldade para conseguir o alvará, de acordo com a administração, fez o homem falsificar o documento.

O restaurante ainda não está pronto mas já tinha licença para funcionar. O dono do local também aproveitou a área pública, de aproximadamente 300 metros quadrados, para ampliar a construção mas parte do puxadinho feito pelo comerciante foi demolida e parcialmente interditada pela Agefis (Agência de Fiscalização).

De acordo com a polícia, o homem usava documentos verdadeiros de outros comerciantes para falsificar as autorizações e ele falsificava de forma grotesca as assinaturas, que eram bem diferentes das originais. O dono foi levado para a 12ª DP (Taguatinga Centro) que está investigando o caso.

Segundo a polícia, pelo menos oito ocorrências com o mesmo tipo de crime foram registradas nos últimos três meses. O delegado responsável pelo caso não descarta a possibilidade de uma quadrilha especializada neste tipo de crime estar agindo na região.

O administrador da cidade, Carlos Jales, promete intensificar a fiscalização e agir com mais rigor na concessão dos alvarás.

O dono do restaurante deve responder por uso de documento falso em procedimento administrativo e pode ficar até cinco anos na cadeia.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 52 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal