Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

16/12/2012 - Jornal Floripa Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Aumenta a percepção de corrupção no governo


Aumentou entre os brasileiros a percepção de que há corrupção no governo de Dilma Rousseff, segundo pesquisa Datafolha realizada na quinta-feira em todo o país.

Em agosto, a soma dos que achavam que havia casos de corrupção na administração dilmista era de 64%. Agora, o percentual foi a 69%. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.

O número de pessoas que dizem não haver corrupção no atual governo federal também teve uma queda brusca de agosto para cá. Eram 34% e agora são apenas 20%.

Há relação direta entre o aumento da percepção de corrupção no governo com a forma como se avalia o desempenho de Dilma no combate a esse problema.

Em janeiro deste ano, segundo o Datafolha, a política de prevenção à corrupção de Dilma era ótima, boa ou regular para 56% dos entrevistados. Hoje, o percentual recuou para 51%. Os que achavam péssimo o desempenho da presidente nessa área eram 40%. Agora, são 44%.

Mas quando se compara o governo Dilma a todos os outros pós-ditadura militar (1964-1985), a petista não está muito diferente. Os 69% que hoje acham que há corrupção na administração federal ficam perto dos 68% que têm a mesma impressão sobre o período de José Sarney no Planalto (1985-1990).

O percentual de percepção de corrupção a respeito do governo de Fernando Collor (1990-1992) é o mais alto, segundo o Datafolha, atingindo 79%. Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) está próximo, com 77%. A administração considerada menos corrupta pelos brasileiros foi a de Itamar Franco (1992-1994), com apenas 59%. Os anos de Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) recebem 73%.

É importante registrar que a pesquisa do Datafolha se refere à percepção das pessoas sobre a ocorrência de corrupção -o que não significa que de fato exista como respondem os entrevistados.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 89 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal