Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

12/12/2012 - JC Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Três chineses e um brasileiro presos no Recife por falsificar mercadorias

Cerca de 4,5 mil peças de roupas e relógios foram apreendidos junto com os suspeitos.

Quatro homens foram presos por volta das 11h na Rua Direita, bairro de São José, centro do Recife, por revender roupas e relógios falsificados. Um brasileiro e três chineses - dois homens e uma mulher - foram pegos em flagrante quando recebiam a mercadoria falsa na manhã desta quarta-feira (12). Os policiais estavam de tocaia no local desde as 4h30. Entre as marcas falsificadas, estão Lacoste, Hollister e Adidas.

A Polícia Civil vinha investigando o caso há cerca de duas semanas após receber denúncias por telefone de que um grupo de pessoas se encontrava no centro da cidade para receber a mercadoria falsificada e revender. Foram abordados a mulher Yanxiao Wu, de 29 anos, e os homens Wei Chen, de 25 anos, Guoqiang Wu, 49, e Frederico Augusto Rego de Souza Leão, 26. Com eles, foram apreendidos cerca de 4,5 mil peças de roupas e relógios. Eles vão responder por Crime contra a Relação de Consumo, Fraude no Comércio, Crime contra a Propriedade Industrial e Formação de Quadrilha. A pena para as infrações é de cerca de 10 anos.

De acordo com o delegado responável pelas investigações, Germano Bezerra, a polícia aguardava o flagrante desde a madrugada e abordaram os suspeitos no momento que Frederico, dirigindo um caminhão, chegou no estacionamento no local para entregar a mercadoria aos três chineses. No exato momento da prisão, o chinês Wei Chen tentou subornar os policiais dizendo: "quanto vocês querem para não levar a mercadoria? Vocês não vão poder fazer nada com ela". Além dos outros crimes, Chen ainda responderá por Corrupção Ativa. Bezerra acredita que eles eram, além de revendedores, distribuidores das mercadorias na área. A polícia ainda não tem conhecimento de qual loja pertencia a cada suspeito. "Eles disseram que não estavam entendendo o que perguntamos", afirmou o delegado sobre os depoimentos colhidos. A investigação vai continuar para descobrir os locais onde as roupas e relógios estavam sendo vendidos.

Na tarde desta quarta os suspeitos foram autuados em flagrante na Delegacia de Propriedade Imaterial, na Avenida Visconde Suassuna, no bairro da Boa Vista, também no centro do Recife. De lá eles vão seguir para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel) em Abreu e Lima, na Região Metropolitana e a mulher, Yanxiao Wu, irá para a Colônia Penal Feminina do Recife, no bairro do Engenho do Meio, Zona Oeste do Recife.

Parte da mercadoria vai seguir para o Instituto de Criminalística (IC) para que possa ser atestada a falsificação e o restante irá aguardar a decisão de um juiz para destinar-se a doação ou destruição das peças. Quem quiser fazer denúncias de lojas vendendo mercadorias falsas basta ligar para o número 3184.3384.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 125 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal