Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

12/12/2012 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Policial nega envolvimento com quadrilha que clonava cartões no RN

Por: Caroline Holder

José Carlos prestou depoimento na tarde desta quarta (12) em Natal. Ele disse que ligou para um dos suspeitos só para cobrar uma dívida.

O policial civil José Carlos Barbosa, agente lotado da 14ª DP, em Natal, negou ter qualquer tipo de participação na quadrilha especializada em clonar cartões de crédito, esquema investigado pela Polícia Civil do RN e que resultou, na última quinta-feira (6), na deflagração da Operação Clone, que apura golpes de R$ 3 milhões no mercado potiguar e nos estados de Alagoas, Pernambuco e Paraíba.

Em depoimento ao delegado Márcio Lemos, na tarde desta quarta (12), o investigado alegou que as ligações telefônicas, entre ele e um integrante da quadrilha, foram feitas para cobrar uma dívida. Segundo o delegado, as declarações serão analisadas. Depois de ser interrogado, o policial foi encaminhado ao Comando Geral da Polícia Militar, onde permanece preso.

“Ele disse que vendeu uma moto a um dos integrantes e que o comprador ficou devendo a metade do preço cobrado. Como já havia entregue a moto, ele ficou ligando para cobrar o resto”, contou o delegado.

O investigado disse também, ainda segundo Márcio Lemos, que recebeu alguns pertences de um integrante da quadrilha, os quais foram entregues para sanar o débito. “Como esta versão vai de encontro ao depoimento do integrante, de que José Carlos praticou extorsão, terei que buscar mais provas. Estas irão apontar se o que ele disse é verdadeiro ou não”, ressaltou o delegado.

Ao G1, o delegado também contou que terá acesso aos áudios da investigação ainda na noite desta quarta. As gravações, segundo ele, contêm as ligações entre o policial e a suposta quadrilha. “Pode ser que nestas gravações eu confirme quem está falando a verdade. Caso não, talvez eu peça uma acareação entre os envolvidos”, concluiu Márcio Lemos.

Operação Clone

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte deflagrou, na manhã da última quinta-feira (6), uma operação para prender falsificadores de cartões de crédito que atuam no RN e ainda em Alagoas, Pernambuco e Paraíba. A ação, batizada de Clone, objetivou o cumprimento de 28 mandados de prisão temporária (20 foram cumpridos na ocasião) e outros 32 de busca e apreensão.

Segundo o delegado Júlio Costa, titular da Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações, a quadrilha aplicou golpes de aproximadamente R$ 3 milhões. "Eles compravam equipamentos para clonar cartões de crédito em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, e falsificavam cartões aqui em Natal. Depois, aplicavam golpes no Rio Grande do Norte, em Alagoas, em Pernambuco e na Paraíba", contou o delegado. Em Ribeirão Preto, 100 mil cartões falsos foram apreendidos.

Para clonar as tarjas magnéticas dos cartões de crédito, a quadrilha contava com o apoio de pelo menos três funcionárias de uma rede de supermercados com atuação em todo o Nordeste. Elas eram pagas por cada cartão clonado. Por cada dado de cartão clonado, cada uma delas recebia entre R$ 50 e R$ 100.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 126 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal