Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

12/12/2012 - Correio do Brasil Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Deutsche Bank é investigado por fraude fiscal e cinco já estão presos


Cerca de 500 policiais e inspetores fiscais invadiram a sede do Deutsche Bank, em Frankfurt, e prenderam cinco pessoas no âmbito de uma investigação de fraude fiscal envolvendo o comércio de certificados de emissões de CO2.

Vinte e cinco funcionários do Deutsche Bank (DB), entre os quais dois membros da administração do banco, Jürgen Fitschen e Stefan Krause, são alvos da investigados por suspeita de evasão fiscal, lavagem de dinheiro e obstrução da justiça, conforme noticia o jornal britânico Guardian, que adianta terem sido promovidas buscas nas sedes do DB e também em residências particulares em Berlim, Düsseldorf e Frankfurt.

“Os procuradores públicos efetuaram hoje buscas nos escritórios do DB relativamente às investigações que estão em curso desde a Primavera de 2010 contra indivíduos suspeitos de evasão fiscal na negociação de certificados de emissões de carbono”, adiantou o banco em comunicado, sublinhando “colaborar totalmente” com as autoridades.

O esquema fraudulento de comércio de certificados de emissões de CO2 consistia na compra de certificados de um país da União Europeia sem o pagamento de impostos para depois serem vendidos noutro país, sendo que, no momento da venda, era acrescentado ao preço o valor do imposto.

Em novembro de 2011, o Tribunal Regional de Frankfurt condenou seis homens à prisão por terem fugido ao pagamento de 230 milhões de euros em impostos no âmbito de negócios internacionais de créditos de carbono. O referido tribunal alemão considerou que o Deutsche Bank, que comprou os certificados, deveria ter conhecimento da ilegalidade dos negócios.

Este novo episódio constitui um revés para a instituição financeira. O DB, que enfrenta processos judiciais nos EUA e no Reino Unido ligados a acusações de manipulação da taxa Libor e de venda fraudulenta de ativos subprime durante a crise financeira 2007-09, vê assim novamente a sua imagem desgastada.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 113 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal