Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

13/12/2012 - InfoMoney Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

CVM multa 13 pessoas e Serrainvest por fraude no mercado futuro da Bovespa

Por: Carolina Gasparini

Operação fraudulenta ocorreu entre 2004 e 2006; ao todo, autarquia receberá R$ 16,449 milhões em multas pagas pelos envolvidos.

SÃO PAULO - A CVM (Comissão de Valores Mobiliários) divulgou nesta quinta-feira (13) o resultado do processo administrativo que julgou os envolvidos em negócios realizados nos mercados futuros do índice Bovespa entre 2004 e 2006, supostamente em prejuízo do FITVM Librium (fundo exclusivo da Fundação de Assistência e Previdência Social do BNDES). O julgamento envolvia 16 pessoas e a corretora Serrainvest.

Dos 16 acusados, apenas 3 foram absolvidos. Os outros 13 receberam multas cujo valor variam entre 2 e 3 vezes os lucros indevidos obtidos, totalizando R$ 13,154 milhões. Já a Serrainvest recebeu uma multa no valor de R$ 3,295 milhões, duas vezes os lucros obtidos. Ao todo, o total arrecadado pela CVM em multas no processo foi R$ 16,449 milhões.

Alguns deles receberam mais de uma multa. É o caso do gerente da corretora, Carlos Alberto Neves de Queiroz, recebeu três multas: uma por realizar e se beneficiar de operações fraudulentas, no valor de R$ 515,1 mil (três vezes o lucro inevido obtido), uma de R$ 2,422 milhões (50% dos lucros indevidos obtidos por oito acusados) e a última de R$ 132,5 mil (20% dos ganhos dos demais comitentes envolvidos) por ter concorrido para a realização da fraude.

Já o assessor da corretora, Maurício Atem, recebeu multas por realização e benefício das operações, no valor de R$ 277,8 mil (três vezes o lucro obtido), de R$ 132,6 mil (50% dos lucros obtidos por três acusados) e R$ 1,003 milhão (20% dos ganhos dos demais envolvidos por ter concorrido no ato).

Confira abaixo os envolvidos e suas respectivas penalidades:

NomeValor da multa (em R$)Equivalência sobre os lucros indevidos obtidos
Serrainvest Corretora 3.295.205 2 vezes o lucro indevido
Carlos Alberto Neves de Queiroz 3.069.600 Dividida em três partes (especificado no texto)
Maurício Atem 1.431.400 Dividida em três partes (especificado no texto)
Ricardo de Azevedo Marques Bellens 3.362.700 3 vezes
Pedro Stenzel Brasiliano da Costa 370.350 2 vezes
Cesar Portella Santos 665.850 2 vezes
Carlos Ernesto Bohn 1.186.600 2 vezes
Clóvis Souto Wanderley Filho 940.550 2 vezes
Leonardo Ramos Ribeiro 225.800 2 vezes
Lygia Anastasia Ramos 424.500 2 vezes
Manoel Germano Mafort 336.200 2 vezes
Acilio Alver Borges Júnior 528.600 2 vezes
Celso Tanus Atem 259.200 2 vezes
Elizabeth Ferreira Otoni de Oliveira 353.000 2 vezes
João Marcos Cintra Gordinho absolvido -
Caio Alexander Hall Nielsen absolvido -
John Marcos Acland Hindmarsh absolvido -
Total R$16,449 milhões

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 348 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal