Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

11/12/2012 - TecMundo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ninguém está seguro: malware rouba dados bancários em lojas e terminais

Por: Felipe Demartini

Ameaça foi chamada de Dexter e estaria presente em centenas de equipamentos de grandes estabelecimentos.

A ideia de que comprar em lojas físicas seria uma alternativa 100% segura em comparação com vendas online pode estar com os dias contados. A empresa especializada em segurança Seculert emitiu um alerta sobre o Dexter, um malware capaz de roubar informações de cartão de crédito e que estaria presente em centenas de pontos de venda dos Estados Unidos, Canadá e Europa, principalmente.

A praga estaria presente em terminais de autoatendimento ou máquinas de cartão de crédito, como nas encontradas em cinemas, restaurantes, aeroportos e hotéis. O Dexter teria sido criado para ter como alvo principal os computadores ligados a esses equipamentos, com sistemas baseados em Windows XP, mas também foi encontrado rodando em máquinas com Home Server, Windows Server 2003 e Windows 7.

Os dados obtidos pela máquina são hospedados em um servidor já identificado, localizado nas Ilhas Seychelles. De posse das informações, os criminosos digitais podem realizar uma série de ações, desde simples compras online até a clonagem dos cartões de crédito das vítimas.

Brasil seguro (por enquanto)

O Brasil não está entre os 40 países identificados como focos da praga. A falta de atualização nesse tipo de terminal, porém, pode acabar sendo um catalisador para a proliferação do Dexter, mesmo com ele já sendo amplamente conhecido pelas empresas de segurança. Isso significa que, eventualmente, o malware também pode dar as caras por aqui.

A Seculert preferiu não revelar a lista de estabelecimentos infectados. Entre as recomendações para se proteger, a companhia indica o monitoramento constante das faturas de cartão de crédito e pede que os usuários evitem usar terminais de autoatendimento em locais de grande circulação de pessoas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 126 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal