Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

11/12/2012 - A Crítica (Manaus) Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Filha de Eduardo Braga é vítima de ação de falsos médicos em São Paulo

Por: Ana Carolina Barbosa

Uma mulher identificada como Camila Aline Matias da Silva utilizava o nome da médica Bruna Braga para praticar ilegalmente a medicina.

A filha do líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB/AM), a médica Bruna Becksmann Braga, registrou um Boletim de Ocorrência (B.O), nesta terça-feira (11/12), em uma delegacia de São Paulo, e encaminhou cópia ao Conselho Regional de Medicina (CRM) da capital paulista, denunciando o uso do seu nome por uma falsa médica identificada pela polícia daquele Estado como Camila Aline Matias da Silva. Além de exercício ilegal da medicina, a prática constitui falsidade ideológica.

Camila exercia ilegalmente a medicina na Santa Casa de Misericórdia de Sorocaba e no ambulatório de Piedade, ambos no estado de São Paulo. A filha do senador, que reside naquele estado, foi vítima em um esquema envolvendo Camila e um homem identificado como Fernando Henrique Guerreiro,que utilizava o nome do médico Ariosvaldo Diniz Florentino.

Os nomes vieram à tona após quatro meses de investigação policial. Fernando é acusado, segundo noticiou a imprensa nacional, de participar de um latrocínio na capital paulista, após o qual ele fugiu em um carro do marido de Camila, apontam as investigações.

Segundo nota enviada pela assessoria do senador Eduardo Braga, “os falsos médicos Fernando Henrique Guerreiro e Camila Aline da Silva Matias Rocha, que utilizava o nome e o registro de Bruna para exercer ilegalmente a profissão, já estão presos”. O caso será acompanhado por um advogado contratado pela família.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 149 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal