Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

09/12/2012 - Yahoo Notícias / EFE Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Rússia estima em R$ 538 milhões os prejuízos por corrupção em 2012


Moscou, 9 dez (EFE).- Mais de 16,5 mil casos de corrupção com envolvimento de cargos públicos, cujo prejuízo aos cofres do Estado são estimados em mais de R$ 538 milhões, foram enviados aos tribunais da Rússia nos primeiros nove meses deste ano, informaram neste domingo as autoridades russas.

"Os prejuízos são calculados em quase 8 bilhões de rublos (R$ 538 milhões)", diz um comunicado do Comitê de Instrução (CI) russo, citado pela agência "Interfax".

As autoridades do país destacam um aumento de quase 50% no número de processos por corrupção enviados aos tribunais, já que passaram de 11.137 casos no mesmo período de 2011 para mais de 16,5 mil.

Entre os acusados de corrupção estão 13 deputados regionais, 210 deputados locais, 261 prefeitos, 19 promotores e dezenas de funcionários de diversos órgãos policiais e judiciais, segundo o CI.

A Rússia ocupa o 133º lugar na lista que mede a percepção de corrupção em 174 países, sendo o país mais corrupto no G20, segundo o relatório anual publicado nesta semana pela ONG Transparência Internacional (TI).

A classificação "não está relacionada" com os últimos escândalos de corrupção revelados em uma empresa pública do Ministério da Defesa, protagonizados pelo próprio ministro, cassado pelo presidente Vladimir Putin, segundo a diretor da TI na Rússia, Elena Panfílova.

As autoridades investigam vários funcionários do departamento de bens da Defesa e da empresa estatal Oboronservice, acusados de roubar e malversar mais de US$ 30 milhões graças a operações ilegais com 14 ativos imobiliários.

A enxurrada de investigações anticorrupção que acontecem nas últimas semanas na Rússia e que envolvem as esferas políticas mais altas do país não conseguiu mudar a imagem que a maioria da população tem do problema.

Um terço dos russos define como "endêmica" a corrupção no país e considera impossível erradicar essa conduta na Rússia, segundo uma pesquisa publicada também nesta semana pelo Centro Levada.

A maioria dos russos, 60%, vê as últimas prisões e os escândalos de corrupção como uma encenação para desviar a atenção dos problemas reais da economia.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 123 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal