Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

07/12/2012 - Midiamax Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PM alerta para distribuição de notas falsas no comércio de Coxim


Nesta quinta-feira (07), a Polícia Militar foi acionada para recolher duas notas falsas, de R$ 20,00, no comércio de Coxim, região norte de Mato Grosso do Sul.

O fato despertou a preocupação da polícia, que pede para os comerciantes tomarem todos os cuidados necessários para evitar prejuízos, principalmente neste mês, quando o volume de dinheiro no comércio é maior por conta das festividades de fim de ano.

O comerciante Genar Pereira de Oliveira, de 60 anos, que foi vítima duas vezes da mesma pessoa, um homem moreno claro, trajando bermuda e camiseta de listras azuis.

No período da manhã o homem foi até sua garaparia e comprou um refrigerante, pagando com uma nota de R$ 20,00.

À tarde o falsário retornou e pediu outro refrigerante, também pagou com nota de R$ 20,00. Em ambas às vezes, o comerciante devolveu o troco de R$ 17,50, com prejuízo de R$ 35,00, além dos dois refrigerantes.

Alerta - A Polícia Militar alerta que neste período os falsários e estelionatários intensificam suas atividades. Todo cuidado é pouco. Ao pegar notas é sempre bom verificar os itens de segurança, na nota de R$ 20,00 existem mais de 10 itens de segurança, entre faixa holográfica, marca d’água, fibras coloridas, fundos especiais, impressão em alto relevo, imagem latente, marca tátil, entre outras.

O comerciante deve acionar a polícia ao perceber que pode ser vítima de um golpe. O ideal seria manter o falsário no comércio até a chegada da Polícia Militar, mas, se não conseguir, o comerciante também pode monitorar o mesmo, desde que isso não coloque em risco a integridade física do comerciante, funcionários e clientes que possam estar no estabelecimento.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 91 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal