Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

20/10/2007 - O Povo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Aposentados denunciam desconto ilegal em folha

Por: Ricardo Moura


Servidores aposentados federais denunciam ser vítimas de descontos ilegais no contracheque desde agosto passado. Os valores variam de R$ 13 a R$ 61,89 mensais e referem-se a uma mensalidade de seguro de vida, paga em nome do Centro de Assistência ao Servidor Público (Ceasp). O caso foi encaminhado pelo Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal no Estado do Ceará (Sintsef/CE) à Polícia Federal e à Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) nesta semana.

Representantes do Sintsef/CE entregaram uma lista ao O POVO contendo os valores descontados, CPFs, números das matrículas no Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos (Siape), vinculado ao Ministério do Planejamento, e o nome de 233 servidores pertencentes à Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Todos eles seriam vítimas do golpe.

Tânia Nobre, funcionária aposentada da Funasa, teve R$ 13 descontados, no mês de agosto. Ela afirma que não tem contrato com o Ceasp e nem foi procurada para adquirir um seguro. "A única coisa que eu desconto é a mensalidade do sindicato", disse. Acompanhada do marido, Tânia foi até a Polícia Federal para prestar queixa contra a empresa. No ano passado, a aposentada já havia sido vítima de uma situação semelhante.

Há dois meses, o contracheque do servidor aposentado José Marinho, do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs), vem com desconto em nome do Ceasp. "Eles conseguiram pegar meus dados não sei como, devem ter usado minha matrícula no Siape. O pedido foi feito em Brasília, não passou nem pelo Dnocs daqui. Na empresa, eles me disseram que o corretor que havia feito meu seguro não trabalhava mais lá", relata. Marinho pediu o cancelamento do seguro e aguarda a retirada da cobrança.

Reincidência

Geraldo Costa, integrante da Coordenação de Aposentados e Pensionistas do Sintsef/CE, explica que esta é a segunda vez que o golpe está sendo aplicado contra os aposentados. Ele afirma tratar-se, nos dois casos, do mesmo esquema, embora o nome da empresa, à época, fosse diferente. Para poder cancelar o desconto, o segurado tem de se dirigir até a sede da empresa, no Centro. O problema, segundo Costa, é que muitos servidores moram no Interior e 30% deles são aposentados por invalidez.

O Sintsef/CE trabalha com a suspeita de que uma quadrilha estaria conseguindo obter acesso aos números de matrícula dos servidores no Siape. De posse desses dados, estaria sendo feito, então, um processo de estelionato em massa. "Eles têm um arsenal de documentos, muitos deles conseguidos nas repartições. Os funcionários devem estar sendo aliciados. Mas na hora de conferir as assinaturas, 90% delas não batem", afirma.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 334 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal