Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

29/11/2012 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Membro de quadrilha de estelionatários é preso em Sergipe

Ele é apontado como um dos líderes de uma quadrilha que rouba cartões. Golpes são dados em caixas eletrônicos.

As Investigações conduzidas pelo Departamento de Defraudações e Combate à Pirataria (DDCP) culminaram com a prisão de um homem, apontado como um dos líderes de uma quadrilha especializada na aplicação do golpe de retenção de cartões em caixas eletrônicos.

O DDCP investiga o caso desde o final do mês de junho. De acordo com o que foi apurado, o golpe acontecia com a instalação de dispositivo artesanal nos cashs de bancos encontrados em supermercados, praias, praças públicas, shoppings e outros estabelecimentos comerciais. O aparelho retia os cartões, por isso o crime é conhecido como "Boquinha".

"Quando a vítima introduzia o cartão na máquina tinha o objeto retido. Concomitantemente, os criminosos afixavam no mesmo terminal de autoatendimento, próximo à tela, uma espécie de adesivo, contendo números de telefone 0800(...) e 4003-(...), e a informação de que tais números pertenciam à central de atendimento da Instituição Bancária", explicou a delegada Maria Pureza.

Ainda de acordo com a delegada, em seguida, já com o seu cartão retido, a vítima era induzida por membro da quadrilha que se encontrava no local, geralmente mulher, disfarçada de cliente, a efetuar ligação para os números em destaque, que eram direcionados a outros integrantes do bando, que se passando por funcionário do banco, solicitavam o fornecimento de informações relacionadas ao cartão retido, notadamente senha e contrasenha. Depois a vítima era informada que o cartão foi bloqueado e que outro seria entregue em sua residência.

A vítima, então, sem imaginar que se tratava de um golpe, deixava para trás o cartão que acreditava estar cancelado, bem como todas as informações sobre o mesmo, que tinham sido passadas por telefone. De posse dos dados e dos cartões das vítimas, os estelionatários passavam a fazer saques, transferências e compras diversas.

O DDCP informou que cerca de dezesseis pessoas foram vitimadas pela quadrilha em Aracaju. Durante as investigações realizadas com o apoio da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (DIPOL), foi levantado que a quadrilha era bem estruturada, e que seus integrantes aplicaram o mesmo tipo de golpe em diversos Estados da Federação, especialmente na região Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste.

"Depois de cinco meses de investigação, ele foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva representado nos autos dessa investigação, contando com o auxílio da Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado do Mato Grosso do Sul, que de posse das informações repassadas pela polícia sergipana diligenciou e efetuou essa prisão. Ele morava em Campo Grande, onde foi preso, e lá tinha uma casa avaliada em R$ 350 mil e um automóvel", finalizou Rezende.

Alerta

A delegada Maria Pureza aproveitou a oportunidade para alertar as pessoas que utilizam de caixas eletrônicos. "É importante que as pessoas, principalmente idosos que são as vítimas preferidas dos estelionatários, fiquem atentas, pois com a proximidade de final de ano cresce a circulação de dinheiro e movimentação nos cashs, atraíndo os estelionatários", explicou Pureza.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 107 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal