Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/10/2007 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

CGU recomenda ao DF devolver R$ 1,5 milhão ao governo federal

Por: Tiago Pariz


Auditoria realizada pela Controladoria-Geral da União (CGU) encontrou irregularidades em um projeto de infra-estrutura realizado no Distrito Federal pela empresa Gautama, pivô de um esquema de fraude em licitação desmantelado pela Polícia Federal (PF).

Através de um convênio assinado com o Ministério da Integração Nacional, o governo local pagou à Gautama o valor de R$ 1,57 milhão, que foram usados na preparação do projeto executivo, levantamento topográfico, estudo de impacto ambiental e serviços de songagem. A CGU recomendou a restituição desse montante ao governo federal.

O contrato para realizar um projeto de irrigação na Bacia do Rio Preto, no DF, tem valor total de R$ 145 milhões e foi firmado em 2000. Os auditores da CGU constataram que a obra foi licitada antes do estudo de impacto ambiental. “O que expõe o recurso público ao risco de desperdício”, aponta a Controladoria, em nota divulgada nesta sexta-feira (19).

Operação Navalha

O dono da Guatama, Zuleido Soares Veras, e diretores da empresa foram presos pelo PF na Operação Navalha. Os desdobramentos da operação levaram à saída de Silas Rondeau, então ministro de Minas e Energia, do governo. Ele foi acusado, na época, de receber propina de Veras.

A assessoria de imprensa do Governo do Distrito Federal (GDF) informou a obra foi licitada na administração anterior e que o atual governador do DF, José Roberto Arruda, tomou medidas preventivas para evitar irregularidades.

Arruda determinou ainda a suspensão de todas as obras tocadas pela Gautama e das licitações vencidas pela empreiteira. O DF proibiu ainda a empresa de Zuleido Veras de participar de novas licitações.

Sobre a devolução dos R$ 1,57 milhões, o governo do DF vai se pronunciar quando for comunicado oficialmente pela CGU da decisão.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 269 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal