Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

23/11/2012 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Quadrilha engana cinco mil pessoas com o golpe do falso empréstimo

Por: Mariana Gross

A quadrilha publicava anúncios em jornais oferecendo empréstimos de forma fácil. A negociação era feita, sempre por telefone.

Uma quadrilha de estelionatários foi presa no Rio de Janeiro nesta sexta-feira (23). Os bandidos agiam nos estados do Rio, Minas Gerais e Espírito Santo e enganaram cinco mil pessoas. Os golpistas ofereciam empréstimo fácil e sem comprovação de renda. Eles faturaram R$ 1 milhão em cinco meses.

A quadrilha publicava anúncios em jornais oferecendo o empréstimo de forma fácil. A negociação era feita sempre por telefone. Logo no primeiro contato, os golpistas pediam o pagamento de uma taxa para liberar o empréstimo.

Para conseguir mais dinheiro, os bandidos prometiam fazer um depósito na conta da vítima. Só que os estelionatários iam até um caixa eletrônico, digitavam a quantia do depósito, mas o envelope estava sempre vazio. A quantia aparecia no saldo da conta, mas bloqueada. Para liberar o valor, os bandidos exigiam o pagamento de uma nova taxa. Assim, as vítimas eram enganadas várias vezes.

Em uma ligação telefônica autorizada pela Justiça, uma integrante da quadrilha conversa com uma das vítimas:

Criminosa: Você vai ter que pagar o desbloqueio de hoje para você poder sacar teu dinheiro lá, cara. Sai a R$ 57,90.
Vítima: Essa brincadeira já tá ficando esquisita, hein maluco?
Criminosa: Você vai ter um estorno.
Vítima: Eu tô pedindo R$ 5 mil de empréstimo, já tô gastando R$ 1.025 de taxa, cara!

"Diziam que emprestavam até R$ 200 mil, esses falsos empréstimos. De acordo com o valor do empréstimo, eles exigiam R$ 300, R$ 400. Esse golpe já havia sido praticado há 10 anos", explica o delegado Alexandre Magalhães.

Policiais dos três estados participaram da operação e 26 pessoas foram presas. Em Realengo, na zona oeste do Rio, a polícia prendeu Cristina Parras. Segundo os investigadores ela não agia sozinha. O ex-marido, os dois filhos e genro de Cristina estão envolvidos no golpe. Eles também foram presos. O dinheiro do golpe era depositado na conta deles.

Segundo a polícia, durante os cinco meses de investigação cinco mil pessoas caíram no golpe, mais de 30 por dia.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 261 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal