Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

10/11/2012 - Circuito Mato Grosso Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Acusados de fraude na Prefeitura responderão por cinco crimes

Por: Camila Ribeiro


As pessoas presas na última sexta (9), durante “Operação Impostor”, que apura fraude na arrecadação do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) da Prefeitura de Cuiabá, irão responder pelos crimes de inserção de dados falsos no sistema de informação, corrupção ativa, corrupção passiva, falsidade ideológica e formação de quadrilha.

Até o momento, 15 servidores da Prefeitura, entre empresários, autônomos e um corretor, já foram presos em cumprimento de mandados de prisão temporária (5 dias), expedidos pelo juiz José Arimateia Neves Costa, da Vara Especializada do Crime Organizado, da Capital.

De acordo com a Delegacia Fazendária (Defaz), outras 24 pessoas são investigadas e a operação de cumprimento de mandado de prisão e busca continua durante este final de semana.

Segundo a Polícia Civil, o balanço da Operação será apresentado na próxima segunda (12), na sede da Diretoria Geral da Polícia Judiciária Civil, em Cuiabá, com a presença de representantes da Prefeitura de Cuiabá, do delegado geral da Polícia Civil, Anderson Garcia, e dos delegados da Delegacia Fazendária a frente da investigação.

Investigações

As investigações sobre o esquema de fraudes tiveram início há três meses, após a Polícia Civil ter recebido o relatório de uma auditoria realizada a pedido do prefeito Chico Galindo (PTB), apontando que cerca de R$ 1,3 milhão de arrecadação do IPTU teriam deixado de ir para os cofres do município.

O esquema foi articulado por servidores públicos municipais com auxílio de empresas e pessoas físicas interessadas em burlar o pagamento do imposto territorial urbano. Leia Mais.

"Não vou tolerar nenhum mal feito até o último minuto da minha gestão e vou adotar todas as devidas ações, como esta. Sempre que houver alguma ameaça de prejuízo ao erário cuiabano", afirmou Galindo, por meio de nota.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 128 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal