Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

08/11/2012 - Corrêa Neto Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Operação Sofisma da Policia Civil apreende diplomas falsos

Por: José Maria Silva


A Polícia Civil do Amapá deflagrou a operação denominada “Sofisma” (documento baseado em duas premissas falsas que levam à conclusão verdadeira) e deu cumprimento a mandados de busca apreensão contra crimes de falsificação de diplomas, fato ocorrido nesta quinta-feira, 8, no bairro Jardim Marco Zero, zona sul de Macapá.

Segundo o delegado Leandro Totino, coordenador do Núcleo de Operações e Inteligência (NOI), a polícia recebeu denúncias há meses sobre a atividade supostamente ilícita envolvendo o nome de uma universidade do Nordeste.

Durante buscas na casa de uma suspeita, os agentes encontraram vários computadores, impressora, relação com nomes de supostos acadêmicos como se tivessem sido aprovados em processo vestibular e diplomas da Universidade Estadual do Ceará (UEC).

Totino disse que, após receber denúncia, a reitoria da UEC foi comunicada e enfatizou que não há relação da entidade educacional cearense com outras instituições no Estado do Amapá, ou seja, trata-se de golpe.

A investigação identificou que o acusado atuava como coordenador do curso de filosofia nos municípios de Macapá e Porto Grande. Ele, porém, alegou ser inocente e justificou que foi vítima de uma organização criminosa especializada em praticar crimes de estelionato.

Em contato com a Superintendência da Polícia Federal no Amapá, o delegado Totino descobriu que o caso também é de conhecimento e investigado por aquela instituição.

De acordo com a polícia, há indícios de pessoas que adquiriram diploma para conseguir empregos no serviço público, bem como em empresas privadas. Isso será alvo de investigação a partir de agora.

O delegado pede às pessoas que compraram ou adquiriram diplomas da Universidade Estadual do Ceará que procurem a polícia e entreguem o documento, sob pena de responder acusação por uso de documento falso e estelionato.

Na segunda quinzena de junho deste ano a delegada Luiza Maia, titular da 2ª Delegacia no município de Santana, cumpriu mandados de prisão contra várias pessoas envolvidas em esquema semelhante, ou seja, falsificação de diplomas do curso de filosofia emitidos pela Escola Superior de Filosofia e Ciências Humanas do Amapá (Esfichap).

Na ocasião foi preso um casal, identificado como os donos da entidade, e uma terceira pessoa que seria o tesoureiro. Para policia, os dois casos podem ter ligação.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 150 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal