Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

08/11/2012 - Circuito Mato Grosso / Folha Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presidente da China diz que corrupção no país pode ser fatal


O presidente da China, Hu Jintao, disse nesta quinta-feira que a corrupção pode ser fatal para o país, em discurso de abertura do 18º Congresso do Partido Comunista Chinês, que começou hoje.

Sem fazer referência aos casos ocorridos durante os últimos cinco anos, como o do ex-dirigente Bo Xilai, o mandatário qualificou o fenômeno como endêmico e disse que a má conduta dos dirigentes "pode provocar a derrubada do Partido e do Estado".

Congresso

"Se fracassarmos no tratamento correto deste assunto, isto pode ser fatal", disse, prometendo que nenhum dirigente do partido abuse de poder concedido.

"Devemos garantir que todos são iguais perante a lei; nenhuma organização, nenhum indivíduo tem o privilégio de pisotear a Constituição", completou.

De saída da liderança do partido e da presidência do país, Hu Jintao enfrentou os escândalos de corrupção do ex-dirigente de Chongqing, Bo Xilai, e do ex-ministro de Ferrovias, Liu Zhijun.

Integrante do alto escalão, Bo foi expulso do partido no final de outubro e será processado pela Justiça comum após se envolver na morte do empresário britânico Neil Heywood, em novembro do ano passado.

Pequim considerou que a mulher dele, Gu Kailai, matou o estrangeiro e que o crime foi encoberto pelo dirigente com a ajuda do chefe de polícia da cidade, Wang Lijun, que denunciou o assassinato.

Além dos dois casos, nas últimas semanas o Partido Comunista também foi atingido por denúncias contra o atual primeiro-ministro, Wen Jiabao, por enriquecimento ilícito, e contra o vice-presidente Xi Jinping, virtual futuro presidente.

DEMOCRACIA

Em seu discurso de uma hora e meia no Congresso para os mais de 2.300 delegados, o presidente ainda defendeu a importância das reformas políticas, um aspecto no qual o balanço de seu governo é considerado frágil.

"A reforma da estrutura política é uma parte importante das reformas globais da China. Devemos continuar nossos esforços, ativa e prudentemente, para prosseguir na reforma da estrutura política e ampliar a democracia popular", declarou Hu Jintao.

"Devemos dar mais importância a melhorar o sistema democrático com o objetivo de garantir que o povo possa ter eleições e decisões democráticas", completou.

O primeiro dia do Congresso foi aberto à imprensa internacional. As sessões prosseguirão a portas fechadas até o dia 14, quando serão revelados os sete ou nove membros da nova direção suprema da China. A previsão é que eles façam uma breve aparição para fotos.

Na ocasião, o atual vice presidente e secretário-geral do PC chinês, Xi Jinping, deverá ser reconhecido como novo presidente, sendo que sua posse é programada para março de 2013.

Xi deve governar uma China em plena mutação, com uma economia quase capitalista afetada pela crise financeira europeia e uma população ávida por reformas políticas e transparência, sobretudo a respeito da riqueza das autoridades comunistas.

Mais de 80% dos chineses que moram nas áreas urbanas desejam mudanças políticas, segundo uma pesquisa divulgada na quarta-feira pela imprensa oficial. E os mais de 500 milhões de internautas do país são bastante críticos, apesar da rígida censura.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 100 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal